Dieta e Nutrição

Os 15 Benefícios da Pipoca Para Saúde!

Os Benefícios da Pipoca Para Saúde que você deve conhecer. Além disso, a pipoca é o lanche para ir enquanto assiste a filmes nos cinemas ou em casa. Uma tigela de pipoca fresca é o que vai fazer o seu dia. Mas a orgânica feita de milho em casa é a maneira mais saudável de consumi-la em vez de comprá-la de fora. O milho é considerado um vegetal e um grão e remonta aos tempos antigos. Quando os grãos de milho são aquecidos em óleo, ele se transforma em pipoca.

Pipoca

Não é apenas apreciado pelo seu sabor, mas também pelo seu valor nutricional. Ela é apreciada em todo o mundo e é feita de várias maneiras, derramando sal, manteiga e caramelo para dar sabor. Isso faz com que não seja saudável consumir. A melhor maneira de comê-lo é sem adicionar sabores. Além disso, ela contém Fibra, antioxidante, complexo de vitamina B, Manganês e Magnésio.

O Que é Pipoca?

A pipoca é simplesmente um tipo de milho que tem endosperma duro, casco ou casca, contendo um interior rico em amido. Quando este milho estourando é aquecido, a pressão dentro do casco aumenta e, eventualmente, um POP! ocorre. Há uma série de variedades de pipoca, incluindo tipos que são feitos para serem cozidos em um microondas, bem como outros grãos inalterados que podem ser feitos em pequenos aparelhos feitos especificamente para estourar o milho.

Historicamente, há uma evidência de que a pipoca é apreciada pelas culturas há mais de 6.000 anos, uma vez que o milho (milho) tem sido uma parte importante de muitas dietas culturais nos tempos antigos. O simples aquecimento do produto vegetal em cima do fogo criaria a primeira pipoca, que surpresa agradável! As primeiras descobertas arqueológicas de pipoca ocorreram no Peru, mas o Novo México e a América Central também mostraram remanescentes de criação de pipoca há aproximadamente 5.000 anos. A pipoca pode até vir em cores diferentes [ 1 ] se forem utilizados grãos de milho de diferentes cores.

Ela é apreciada em todo o mundo, em quase todos os lugares onde o milho normal é consumido. No entanto, seu limite como alimento saudável termina quando você começa a derramar sal, manteiga ou outros condimentos ou coberturas na pipoca, e então ele se move para o reino da junk food insalubre.

No entanto, se o milho estourado é consumido puro, é um lanche delicioso e benéfico para muitas pessoas. Só o calor é suficiente para criar a pipoca, portanto, evite cozinhar com azeite de oliva ou outros óleos vegetais, pois isso pode afetar o conteúdo polifenólico do casco assim que ele “estourar”, o que elimina muitos benefícios para a saúde.

Valor Nutricional da Pipoca:

Os benefícios da pipoca para a saúde são derivados principalmente do seu conteúdo impressionante de fibras, compostos polifenólicos, antioxidante, complexo de vitamina B , Manganês e teor de Magnésio. Vamos explorar como esses nutrientes importantes a tornam uma escolha saudável para seus hábitos de lanches! Agora, confira Os 15 Benefícios da Pipoca Para Saúde:

1. Ajuda a Combater Doenças Cardíacas:

Os polifenóis presentes, principalmente na casca do milho de pipoca, são poderosos antioxidantes naturais. Os antioxidantes são moléculas que agem no combate aos radicais livres produzidos nas reações químicas do organismo impedindo que eles danifiquem células vitais. Níveis insuficientes de antioxidantes ou a má atuação destas enzimas causa oxidação nas células, o que pode levar a deformidade ou a morte de células saudáveis de órgãos vitais do corpo humano como o coração, cérebro, pele, pulmões, etc.

2. Ajuda na Prevenção do Câncer:

Pipoca

Polifenóis podem combater doenças sérias como câncer e doenças do coração, mas para isso é preciso consumir um pouco da casquinha que envolve o grão. Segundo Vinson “Se você quer o máximo benefício que a pipoca pode trazer à sua saúde – as fibras e os antioxidantes – então você precisa comer um pouco das cascas, embora elas sempre insistam em grudar entre os dentes”.

3. Melhora o Sistema Digestivo e Intestinal:

A pipoca é um grão integral rico em fibras, sais minerais, Vitamina E e do complexo B. As fibras estimulam os movimentos peristáltico dos músculos lisos intestinais e induzem a secreção dos sucos digestivos, o que ajuda a manter todo o sistema digestivo saudável.

4. Auxilia no Controle do Diabetes:

A farta ingestão de fibras ajuda a regular o nível de açúcar no sangue e a produção de insulina. É recomendado que diabéticos incluíssem pipoca na sua dieta como uma forma de reduzir os picos de açúcar no sangue.

5. Atua na Perda de Peso:

Um copo normal da pipoca contém cinco vezes menos calorias do que a mesma quantidade de batatas fritas. Além disso, o teor de fibras traz sensação de saciedade e inibe a liberação do hormônio da fome, a grelina. A Pipoca também possui óleos naturais saudáveis e essenciais ao organismo, ao contrário da maior parte dos salgadinhos industrializados cheios de gorduras saturadas.

6. Combate o Envelhecimento Precoce:

Os radicais livres são substâncias produzidas a partir de reações químicas resultantes do metabolismo das células e eles são responsáveis pela degeneração de alguns dos nossos sistemas vitais.Estudos mostram que os antioxidantes combatem o efeito dos radicais livres, e como a pipoca é rica em antioxidantes o seu consumo pode ser benéfico no combate aos efeitos dos radicais livres no organismo.

Entre tais efeitos estão o aparecimento de rugas, manchas senis, degeneração macular e cegueira, fraqueza muscular, declínio cognitivo, osteoporose, doença de Alzheimer, demência, queda de cabelo, e outras doenças degenerativas. Ninguém imagina que dentre os benefícios da pipoca está o combate a idade. Isso é uma ótima notícia.

7. Atua Como Fonte de Energia e na Prevenção de Doenças:

A pipoca contem vitaminas como a Tiamina, a Niacina e a Vitamina B6. Todas elas ajudam a converter os alimentos em energia para o nosso corpo e cada uma em particular tem seus benefícios.

A Tiamina ou Vitamina B1 ajuda a quebrar os carboidratos simples e protege o sistema imunológico. A Niacina ou vitamina B3 aumenta o HDL, o colesterol bom no sangue. A Vitamina B6 tem inúmeras funções que variam de acordo com cada combinação entre ela e outras vitaminas: Ela ajuda a prevenir doenças cardíacas, tem papel importante na produção de serotonina – responsável pelo sono, e ajuda a prevenir artrite.

8. Reduz os Níveis de Colesterol:

Pipoca

Pipoca contém fibra que pode retirar o excesso de colesterol das paredes dos vasos sanguíneos e artérias, reduzindo assim os níveis de colesterol total. Também pode ajudar a reduzir as chances de doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames.

9. Melhora a Digestão:

A pipoca é um grão inteiro que contém o endosperma, o germe e o farelo. E sendo um grão natural natural, contém toda a fibra que pode ajudar a tratar a digestão. Ela ajuda nos movimentos intestinais adequados e também previne a Constipação.

10. Controla o Nível de Açúcar no Sangue:

A pipoca tem grandes quantidades de fibras, ela regula a liberação e o gerenciamento dos níveis de açúcar no sangue e insulina. Ele irá manter os níveis de açúcar no sangue e, assim, prevenir o diabetes. Então, aumentar a ingestão de pipoca orgânica para evitar diabetes.

11. Previne o Câncer:

A pipoca contém grandes quantidades de compostos poli-fenólicos, um dos tipos mais poderosos de antioxidantes que você pode colocar em seu corpo. Antioxidantes são os poderosos agentes defensivos que podem eliminar os radicais livres.

12. Impede o Envelhecimento:

Ela pode tratar sintomas relacionados à idade, como rugas, manchas senis, degeneração macular e cegueira, fraqueza muscular e perda de cabelo. Além disso, pode mantê-lo saudável, graças aos poderosos antioxidantes presentes nela.

13. Auxilia na Perda de Peso:

Você sabia que a pipoca normal contém apenas 30 calorias, o que é 5 vezes menor do que as batatas fritas gordurosas? Seu conteúdo de fibra fará você se sentir completo e inibe a liberação do hormônio da fome. Também é muito baixo em gorduras saturadas.

 

Outros Benefícios da Pipoca Para Saúde:

  • Ajuda no combate doenças cardíacas por ser fonte significativa de antioxidantes.
  • Ajuda na prevenção do câncer.
  • Melhora o sistema digestivo e intestinal.
  • Auxilia no controle do diabetes.
  • Atua na perda de peso por ser rica em fibras e pobre em calorias.

 

Qual é a Melhor Forma de Consumir a Pipoca de Milho?

Pipoca

Preparar em casa é uma boa alternativa às pipocas prontas ou de micro-ondas, porque é possível controlar melhor os ingredientes usados. Caso opte pelas pipocas de micro-ondas, escolha aquelas que contêm poucos aditivos químicos, pouco sódio e gorduras boas.

Algumas dicas para preparar o petisco em casa:

  • Não use muito óleo;
  • Não adicione muito sal;
  • Não coloque outros produtos, como realçadores de sabor, ricos em glutamato monossódico. Eles contêm muito sal e comprometem o sabor original da pipoca;
  • Não inclua bacon, queijo parmesão ou outros ingredientes para conferir sabor, pois isso significa mais calorias;
  • Passe longe da manteiga líquida quando comprar a pipocas do cinema. É uma bomba desnecessária de caloria e gordura.
  • Para quem deseja aposta na praticidade das pipocas de micro-ondas, a Jasmine apresenta a Pipoca Zero. Ela contém apenas o óleo natural do milho e é temperada com a quantidade exata de sal marinho e light, o que a torna 30% menos calórica do que outras versões. Disponível na versão Pipoca Zero Natural e Pipoca Zero Alho e Orégano, é formulada com sal marinho, sal light e apenas aromas naturais, sem realçadores artificiais de sabor.

Efeitos Colaterais da Pipoca:

As pipocas de microondas geralmente é embalada com óleos não saudáveis, outros aditivos e muito mais calorias. Maçã e milho de caramelo fornecem altas doses de açúcares. O cheddar e outros tipos saborosos de pipoca não incluem apenas aromas artificiais.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.