Picolinato de Cromo – Fontes, Benefícios e Deficiência

Revisado por

NUTRIÇÃO - CRN6-MA 16199

O Picolinato de Cromo é um mineral essencial que seu corpo precisa em pequenas quantidades. Quando combinado com ácido picolínico, é referido como Picolinato de Cromo e é vendido como um suplemento nutricional.

É usado para evitar a deficiência de Cromo, que pode se desenvolver como resultado de uma dieta pobre, estresse e envelhecimento. Juntamente com a prevenção da deficiência de deste mineral, descobriu-se que ele tem uma influência positiva em certas condições médicas.

picolinato de cromo

Nunca se autoestima com suplementos dietéticos; fale com o seu médico antes de adicionar suplementos de crómio à sua rotina diária. O Este mineral é um composto químico que às vezes é usado como terapia alternativa ou como suplemento nutricional.

Algumas pessoas usam este mineral na tentativa de tratar a deficiência de Cromo, controlar o açúcar no sangue, melhorar a depressão em pessoas com síndrome do ovário policístico (SOP), baixar o colesterol ou ajudar na perda de peso.

Este mineral está disponível sem receita médica; Também é encontrado em muitos suplementos multivitamínicos.

O que é Picolinato de Cromo?

O Cromo é um mineral pouco conhecido, mas que pode ser fundamental para o emagrecimento. Isto porque ele é capaz de melhorar a sensibilidade à insulina (hormônio que transporta a glicose – açúcar – no sangue), reduzindo assim a vontade de comer doces e aumentando a saciedade.

O Cromo pode ajudar também a reduzir as taxas de colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL). Além disso, o mineral faz com que o carboidrato seja aproveitado como fonte de energia e não fique armazenado sob a forma de gordura.

Fontes de Picolinato de Cromo:

O Cromo pode ser encontrado na alimentação principalmente em carnes, peixes, ovos, feijão, soja e milho. Além disso, os alimentos integrais como açúcar mascavo, arroz, macarrão e farinha de trigo integrais são importantes fontes de Cromo, pois o processo de refinação remove a maior parte desse nutriente dos alimentos.

O ideal é que esses alimentos fontes de Cromo sejam consumidos juntamente com uma fonte de vitamina C, como laranja, abacaxi e acerola, pois a vitamina C aumenta a absorção de Cromo no intestino. Então, confira também os Benefícios do Cromo Para Saúde:

Benefícios do Picolinato de Cromo Para Saúde:

Favorece o Emagrecimento:

O cmineral ajuda a emagrecer porque aumenta a ação da insulina, o que favorece a produção muscular e o controle da fome, facilitando a perda de peso e melhorando o metabolismo corporal. Além disso, esse mineral também ajuda a controlar a glicemia e a baixar o colesterol, sendo importante em casos de diabetes e colesterol alto.

Auxilia o Metabolismo:

O Cromo agora é geralmente reconhecido por desempenhar um papel importante no metabolismo da glicose e lipídios. A suplementação deste mineral tem o efeito de normalizar os níveis de açúcar no sangue.

Reduz o Açúcar no Sangue:

Níveis de açúcar no sangue elevados, ou hiperglicemia, respondem positivamente à suplementação de Cromo.

Pacientes hiperglicêmicos que ingeriram o mineral após receberem uma dose de glicose, ou açúcar simples, experimentaram uma queda nos níveis de açúcar no sangue, enquanto os pacientes com baixa presença de açúcar no sangue, ou hipoglicemia, experimentaram uma normalização dos níveis de açúcar no sangue depois de receberem o mineral.

Promove a Hipertrofia:

Além de reduzir a fome, este mineral também estimula a produção de músculos, pois aumenta a absorção de proteína no intestino, e faz com que ela seja mais utilizada pelas células musculares após o exercício físico, favorecendo a hipertrofia, que é o crescimento muscular.

Previne a Diabetes:

A principal função desse mineral é trabalhar auxiliando a insulina, hormônio secretado pelo pâncreas e responsável pela distribuição do açúcar que vem dos alimentos para o corpo.

Quando há deficiência de Cromo na dieta, pode ocorrer uma perda na sensibilidade da ação da insulina. Com isso, a pessoa passa a absorver muito mais rápido o açúcar de doces e pães, o que consequentemente, leva à diminuição da saciedade e ao aumento do peso, gerando, entre outras doenças, o diabetes tipo 2.

Promove a Saúde do Coração:

Este mineral pode beneficiar a saúde cardíaca, de acordo com um estudo publicado em “Relatórios farmacológicos” em 2010. Pesquisadores examinaram os efeitos deste mineral contra vários marcadores de doença cardíaca, incluindo pressão arterial elevada e função vascular anormal.

Seus resultados mostram que, enquanto este suplemento não afeta a pressão arterial, Picolinato de Cromo promove o relaxamento dos vasos sanguíneos e melhora o fluxo sangüíneo e a taxa de recuperação do músculo cardíaco após o ataque cardíaco.

Sinais de Deficiência de Cromo:

Fome excessiva, necessidade de comer pães e doces e crises de hipoglicemia (queda do açúcar no sangue) podem indicar a falta de Cromo. Já é possível verificar o nível do mineral por meio de um simples exame de sangue.

Interações do Cromo:

Informe o seu médico sobre todos os medicamentos prescritos, não prescritos, ilegais, recreativos, à base de plantas, nutricionais ou dietéticos que você está tomando durante o Picolinato de Cromo, especialmente:

  • Insulina;
  • Levothyroxine (Synthroid);
  • Antiácidos;
  • Antiinflamatórios não esteróides (AINEs) , tais como ibuprofeno (Advil, Motrin) , naproxeno (Aleve, Naprosyn) , piroxicam (Feldene) , aspirina e outros;
  • Ervas e suplementos contendo Cromo;
  • Ferro;
  • vitamina c;
  • Zinco.

Você deve evitar uma dieta alta em açúcar enquanto toma este mineral. Muito açúcar pode afetar a eficácia do suplemento.

fontes de picolinato de cromo

Efeitos Colaterais do Picolinato de Cromo:

Tal como acontece com qualquer suplemento dietético, há precauções que você deve estar ciente ao considerar a suplementação deste mineral. De acordo com MedlinePlus, este mineral é geralmente seguro quando usado como suplemento por menos de seis meses.

No entanto, quando usado mais de seis meses, os usuários relataram dores de cabeça, náuseas, tonturas, problemas de julgamento e perda de coordenação. Os efeitos colaterais mais sérios incluem danos no fígado e nos rins. Antes de consumir o mineral, fale com seu médico, especialmente se você estiver sendo tratado atualmente por quaisquer condições médicas.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Triptofano – Fontes, Benefícios e Deficiência

L-Carnitina – Fontes, Benefícios e Deficiência