Quixaba – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dr. Saúde

Quixaba – Origem, Benefícios e Como Usar todas as suas propriedades medicinas. Alem disso, a quixabeira, cujo nome científico é Sideroxylon obtusifolium, é uma árvore que pode chegar aos 15 metros de altura.

Quixaba

Da família das sapotáceas, a planta é nativa dos estados Piauí e Minas Gerais, Brasil, e suas folhas e frutos são forrageitos. Quando em épocas de secas, a planta serve como alimento para o gado.

Possui espinhos fortes, flores aromáticas, folhas coriáceas e bagas de coloração roxa que são comestíveis e possuem um sabor bem doce.

Também conhecida como quixaba preta, sapotiaba, caronilha, maçaranduba da praia e rompe gibão, a planta possui propriedades medicinais, e pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e mercados para comprar.

Benefícios da Quixaba:

A quixaba se dá mais em regiões mais tropicais e em localidades pantaneiras do Brasil. A casca da quixaba tem proveito e finalidades medicinais.

O fruto do quixaba tem sabor doce e também é admirado por pessoas da localidade. A sua casca da quixaba é extensamente empregada na medicina caseira no interior do Nordeste e por isso seriamente ameaçada por este extrativismo e comercialização, sem um programa de manejo adequado.

Essa planta tem a real finalidade para os plantadores, querem aproveitar as suas propriedades medicinais contidas nas folhas.

Essas propriedades tem ação no organismo. Sua principal ação é como anti inflamatória e hipoglicêmica.

Chá de Quixaba:

O chá de quixaba, possivelmente tem resultados positivos no tratamento de dores de coluna, cisto no ovário, corrimentos e feridas na pele.

Fique sabendo que muito além desses poderes que o chá pode ter, ele também é usado de maneira mais popular e eficaz nos casos de controle do diabetes.

Isso é motivado pelo fato que o chá de quixaba possui em suas propriedades a ação hipoglicemiante. E é também um eficiente tônico , anti-inflamatório e cicatrizante.

Como Preparar o Chá e Como Consumir?

O chá deve ser preparado com a proporção de duas colheres de sopa das cascas de quixaba para cada litro de agua.

Em um recipiente, coloque a água e as cascas e aguarde alcançar fervura. Quando isso acontecer, deixe por mais cinco minutos e, em seguida, desligue e coe. Consuma para auxiliar no tratamento de feridas e inflamações.

Chá de Quixaba Para Diabetes:

  • Ajuda na prevenção e no controle da diabete;
  • Alivia as dores e demais problemas na coluna;
  • É ótima no tratamento de problemas renais;
  • Apresenta propriedades tônicas e adstringentes;

Existem 3 Tipos de Diabetes:

Tipo 1, tipo 2 e gestacional. A do tipo 1 é o caso de diabete mais grave, onde o diabético precisa tomar injeções diárias de insulina. A diabete do tipo 2 acontece especialmente pessoas obesas e aquelas que comem bastante doce.

Neste tipo de diabete, o corpo produz sua própria insulina, mas ela é insuficiente para digerir todo o carboidrato consumido.

Ela pode ser ponderado seguindo apenas uma dieta correta. A diabete do tipo gestacional ocorre no momento em que a mulher produz a taxa de glicose alta em meio a gravidez.

Nesses casos, durante esse período a grávida deve ficar todo esse tempo sem consumir açúcar. Mas saiba que logo depois do parto as taxas voltam a se normalizar e a diabete some.

Efeitos Colaterais e Contraindicações:

O chá de quixaba pode causar hipoglicemia e, portanto, não deve ser consumido por aqueles com este tipo de problema.

O controle da taxa de glicose é essencial antes do consumo para que esta não caia a níveis abaixo do normal.

O consumo é contraindicado para gestantes, mulheres em fase de amamentação, crianças, pacientes sensíveis às substâncias presentes na quixabeira e para pacientes diabéticos que sejam dependentes da insulina.

Biancospino beneficios

Biancospino – Origem, Benefícios e Como Usar!

Quitoco – Origem, Benefícios e Como Usar!