Licopódio – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dr. Saúde

Licopódio – Origem, Benefícios e Como Usar todas as suas propriedades medicinais. Alem disso, o licopódio, esta planta sempre viva, parecida com o musgo, tem talos rasteiros de um a dois metros de comprimento, que com suas raízes finíssimas se arraigam ao solo da floresta.

Licopódio

Dos talos botam pequenos ramos suaves ao contato, com sete a dez centímetros de comprimento, ramificados e frondosos.

Desta planta quadrienal nascem, no verão, umas panículas amareladas carregadas de esporos, chamados também de pó de licopódio. Esse pó é usado homeopaticamente para curar escoriações.

Benefícios do Licopódio:

Como um excelente antibacteriano, sedativo e diurético, o licopódio é uma erva que auxilia nos processos inflamatórios da região cutânea e dos rins.

Além disso, pela capacidade antidiarreica ela também protege o funcionamento do sistema digestivo. Antisséptica, pode ser usada no tratamento de afecções na pele e irritação também nessa região.

Combate o reumatismo, artrite, problemas urinários, cistite catarral, doenças relacionadas aos intestinos e estômago, como a diarreia.

É também uma forte aliada no tratamento de feridas, úlceras, gastrites, cálculos renais e escoriações.

Seus benefícios abrigam ainda a eficácia em estimular o útero e a luta para vencer febres e traumas no geral.

Formas de Consumo do Licopódio:

Infusão: Adicione em um recipiente uma colher de chá bem cheia da planta licopódio. No mesmo recipiente deve-se colocar 1/4 de litro de água fervente.

Feito isso, deixe a mistura repousar por até 10 minutos. Em seguida, você pode tomar uma xícara e armazenar o restante para o dia seguinte.

Recomenda-se ingerir apenas uma xícara ao dia, preferencialmente antes do café da manhã. Somente pessoas que sofrem de problemas como cirrose ou doenças graves no fígado deve fazer o consumo de duas xícaras ao dia.

Banho de Assento: Coloque em um meio balde com água morna 100 gramas da erva fresca ou seca e deixe repousar por até 10 minutos.

Passado esse tempo, a mesma deve ser aplicada no corpo de forma que contemple, sobretudo, a área dos rins.

Almofadinha: Separe de 100 a 300 gramas da planta licopódio seca e coloque dentro de uma almofadinha.

Feito isso, a mesma deve ser aplicada na região afetada durante o período noturno. Vale ressaltar que esta almofadinha é capaz de conservar as propriedades medicinais da erva por até um ano.

Contraindicações e Cuidados Essenciais:

Apesar de muito benéfico, o chá feito à base de licopódio não deve ser ingerido por mulheres grávidas ou em período de lactação. Se consumido nessas fases, a mãe poderá colocar em risco a saúde do filho.

Além disso, a planta possui Iycopodine, uma substância venenosa para os nervos motores pois é capaz de paralisá-los.

Desta forma, a dica é usar apenas a quantidade indicada. E se for o caso, procurar um médico para saber a orientação do profissional sobre como usar devidamente a bebida feita com esta planta sem que ela afete seu organismo.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Vagem – Origem Benefícios e Como Usar!

Lespedeza – Origem, Benefícios e Como Usar!