Erva Andorinha – Origem, Benefícios e como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dr. Saúde

Erva Andorinha – Origem, Benefícios e como Usar de maneira correta. Além disso, a Erva Andorinha possui ricas propriedades medicinais que atuam beneficiando a saúde do corpo humano. Também conhecida como celidônia, chelidonio, erva-das-verrugas e erva-dos-calos, a planta da família das Papaveraceae tem caule ereto, podendo atingir de 30 a 120 centímetros de altura.

beneficios da erva andorinha

Suas folhas são lobadas e chegam a ter 30 centímetros de comprimento, sua seiva é amarelo-alaranjada e suas flores são compostas por quatro pétalas amarelas. As flores são comuns ao final da primavera e durante o verão, e a planta desenvolve-se em áreas com pouca luz e temperatura fresca.

As partes utilizadas da Erva Andorinha são seiva, flor, folha, ramos e raiz. A sua seiva é aplicada como cicatrizante, mas ela pode ser corrosiva e venenosa. Suas sementes são pretas e pequenas e ele não precisa de muita luz para se desenvolver.

A Erva Andorinha como outros membros da família da Papaveraceae, contém alcalóides como seus principais constituintes. Estes incluem chelidoxanthine, quelidonina, e coptisine. Extratos de celidônia têm se mostrado um bom estimulante para a produção de bílis e enzimas digestivas pancreáticas.

O uso da Erva Andorinha ao longo da história esta cercada de folclore. Ela era uma erva popular no auge do Império Romano e reverenciada durante a Idade Média por sua eficácia no combate a eczema e problemas sanguíneos, cegueira e peste.

Origem da Erva Andorinha:

A Erva Andorinha é considerada uma planta invasora e agressiva em áreas naturais. Nativa da Europa e do oeste da Ásia, a planta foi levada para outros lugares do mundo devido às suas propriedades curativas.

A erva-andorinha já era utilizada como erva medicinal pelos médicos gregos, especialmente no tratamento de problemas de pele, vesícula e fígado.

Na China era utilizada como relaxante muscular, no tratamento das cataratas e como antiespasmódico.

A planta era usada durante a Idade Média para combater a peste bubônica. A Erva Andorinha floresce na primavera quando as andorinhas aparecem no hemisfério norte e murcha quando as andorinhas voam para o sul em busca de calor durante o inverno.

Propriedades da Erva Andorinha:

Agindo como sedativa local, analgésica, antiasmática, antibacteriana, antiespasmódica, anti-inflamatória, diurética, calmante e lenificante da angina do peito, cicatrizante, colerética, colagoga e diversas outras propriedades medicinais, a planta pode ser usada para tratamento de muitos males.

É constituída de ácidos, quelidônico, málico, cítrico, tartárico, alcaloides isoquinoleínicos, mucilagem, flavonoides, histamina, saponinas, resinas, magnoflorina, albuminas, vitamina C, alocriptonina, berberina e outras.

Benefícios da Erva Andorinha Para Saúde:

  • Um dos nomes populares da Erva Andorinha é erva-das-verrugas. Isso deve-se, sobretudo, por conta da sua eficácia contra verrugas.
  • Você vai precisar extrair a seiva da Erva Andorinha, pois é ela que é utilizada sobre a verruga. Para isso, utilize luvas de látex para proteger suas mãos, uma vez que a substância é corrosiva.
  • A sua seiva é ainda utilizada como cicatrizante, ainda que várias fontes bibliográficas alertem para os cuidados que se devem ter no seu manuseamento, já que é uma planta venenosa, de seiva corrosiva.
  • A erva-andorinha já era utilizada como erva medicinal pelos médicos gregos, especialmente no tratamento de problemas de pele, vesícula e fígado.
  • Na China a Erva Andorinha era utilizada como relaxante muscular, no tratamento das cataratas e como antiespasmódico.
  • O extrato da Erva Andorinha é composto de alcaloides e flavonoides e possui forte potencial antioxidante, em maior concentração nas raizes da planta, utilizada para o tratamento de doenças no fígado.
  • O suco fresco da Erva Andorinha é aplicado a verrugas, lombrigas, eczema e calos. A planta é usada para infecções na bexiga. A pomada é usada para herpes. A erva é um calmante para o sistema nervoso e sedativo moderado.
  • A Erva Andorinha também é utilizada para combate e prevenir diversos outros problemas como: as acnes, artrite, asma brônquica, aumentar produção de urina, bronquite, cálculos biliares, doenças de pele, eczemas, enxaquecas, hepatite, manchas de pele, espasmos musculares, eliminação de verrugas, entre outras.

Como Usar a Erva Andorinha:

Para uso externo, use infusão ou decocção. A proporção que deve ser usada é de cinco colheres de folhas da Erva Andorinha para cada litro de água. Leve a água ao fogo e, ao alcançar fervura, adicione a erva. Deixe ferver por aproximadamente dez minutos e desligue. Só use a planta com orientação e supervisão médica e nunca por via oral. Aplique como compressa, de duas a três vezes ao dia.

Para eliminação das verrugas, sua a parte usada da Erva Andorinha é o látex, a substância branca que flui da erva. O primeiro passo, será proteger o restante da pele não afetada pela verruga com um esparadrapo ou vaselina para evitar irritações na área. Em seguida, aplique o látex na verruga de duas a três vezes ao dia.

erva andorinha

Efeitos Colaterais da Erva Andorinha:

Erva Andorinha deve ser usada internamente apenas em caso de orientação médica. Por ser tóxica, seu uso desta forma é desaconselhado, uma vez que pode provocar estomatite e gastroenterite. O uso excessivo ou além das recomendações pode levar a náuseas, vômitos, coma e até mesmo a morte.

Em caso de ingestão acidental, será necessário realizar uma lavagem estomacal. Pode causar ainda obscuridade visual, cefalalgia, ardor nos olhos, dor no peito, aflição, dificuldade para respirar, depressão, diarreia e formigamentos no corpo. Não deve ser usada sem orientação médica.

Os 10 Benefícios da Uva do Mato Para Saúde

aspargo roxo beneficios

Os 20 Benefícios do Aspargo Roxo Para Saúde