Taurina – Fontes, Benefícios e Deficiência

Revisado por

NUTRIÇÃO - CRN6-MA 16199

Taurina – Fontes, Benefícios e Deficiência que muitos A Taurina é um tipo de ácido orgânico que é encontrado na bílis já que é sintetizado com a ajuda do fígado ao entrar em contato com a metionina e cisteína que são outros aminoácidos e a vitamina B6.

taurinaEla é um aminoácido não essencial, ou seja, o nosso próprio corpo é capaz de fabricá-la e em abundância. Outros locais onde a Taurina pode ser encontrada é no intestino, nos ossos, no coração, sistema nervoso central e no cérebro.

Quais as Fontes de Taurina?

Este mineral está normalmente presente em muitos alimentos de origem animal, como carne, peixe, marisco, podendo ainda ser encontrado em quantidades mais reduzidas em algumas plantas, tais como a beterraba ou o feijão. Este ácido é ainda normalmente adicionado em bebidas energéticas (Red Bull) por exemplo.

Benefícios da Taurina:

Até há bem pouco tempo atrás, o benefício atribuído a este aminoácido estava relacionado com a sua função na formação dos ácidos biliares, fundamentais para que o organismo pudesse absorver as gorduras.

No entanto, foram descobertas cada vez mais vantagens que este ácido oferece às várias funções fisiológicas humanas.

  • Vai ajudar no desenvolvimento do sistema nervoso.
  • A Taurina tem propriedades antioxidantes.
  • Tem também um efeito desintoxicante no organismo, visto facilitar a eliminação de toxinas.
  • A Taurina irá ajudar a manter a saúde do sistema cardiovascular, fortalecendo o músculo cardíaco, e ajudando a diminuir a tensão arterial.
  • Ajuda a baixar os níveis do colesterol mau no sangue.
  • Promove a saúde dos olhos, pois protege as células fotorecetoras da retina, além de regular a pressão osmótica do olho.
  • Tem uma ação fundamental no desenvolvimento do recém-nascido, sendo por isso, cada vez mais utilizada nos leites em pó para bebés.
  • Irá dar um importante contributo no desenvolvimento ao longo da infância, prevenindo o atraso do crescimento.

Como Tomar a Taurina:

Você pode encontrar a taurina na versão concentrada nos suplementos em cápsula ou em pó. O que se recomenda para quem quer usar este mineral como uma forma de minimizar o catabolismo é utilizar cerca de 500 mg de 2 a 3 vezes por dia.

taurina fontesAlém disso, como não é um aminoácido essencial é possível ingerir alimentos que ajudem o corpo a produzi-lo como carnes, ovos e leite e até alguns de origem vegetal como a beterraba, feijão ou nozes.

Além da sua forma concentrada, existem 2 tipos de suplementos que normalmente possuem este mineral em sua composição. São eles os óxidos nítricos e termogênicos.

Efeitos Colaterais da Taurina:

Este mineral é seguro para adultos e crianças, quando tomada por via oral e em quantidades adequadas. Este mineral tem sido usada com segurança em adultos em estudos com duração de até um ano.

Tem sido dada com segurança para crianças para um máximo de 4 meses. As pessoas que participaram nos estudos de pesquisa não relataram quaisquer efeitos secundários relacionados com o uso de taurina.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Lipídios – Fontes, Benefícios e Deficiência

Betaína – Fontes, Benefícios e Deficiência