Metionina – Fontes, Benefícios e Deficiência

Revisado por

Educação Física pela UGF

Especialista do Dr. Saúde

Metionina – Fontes, Benefícios e Deficiência. Que você provavelmente não conhece. Alem disso,  A Metionina é um aminoácido essencial contendo enxofre que desempenha um papel crucial no metabolismo. Como um aminoácido essencial, a Metionina não pode ser sintetizada no corpo e deve ser obtida a partir de alimentos como sementes de gergelim, castanha do Brasil, peixe e carne.

A deficiência de Metionina é rara, mas, quando presente, pode levar a uma taxa de crescimento reduzida, juntamente com danos ao fígado, perda muscular, edema, lesões cutâneas e letargia. Os suplementos do aminoácido são prescritos para tratar uma deficiência.

Metionina Para que Serve?

A l-methionina serve basicamente para curar a depressão, doenças que afetam o fígado, dores de cabeça e é importante também por causa dos altos níveis de estrogênio e progesterona, convertendo o carcinogênico ruim para o estrogênio bom.

Esse aminoácido também serve para combater a hepatite, a cirrose e a fibromialgia por causa do seu poder anti-inflamatório e pode ser usado como tratamento desde que tenha uma prescrição médica.

Além disso, a l-methionina também é um ótimo suplemento para quem deseja perder peso e ficar em forma.

A Metionina é um aminoácido essencial contendo enxofre que desempenha um papel crucial no metabolismo. Como um aminoácido essencial, a Metionina não pode ser sintetizada no corpo e deve ser obtida a partir de alimentos como sementes de gergelim, castanha do Brasil, peixe e carne. A deficiência de Metionina é rara, mas, quando presente, pode levar a uma taxa de crescimento reduzida, juntamente com danos ao fígado, perda muscular, edema, lesões cutâneas e letargia. Os suplementos do aminoácido são prescritos para tratar uma deficiência.

A Metionina é um aminoácido. Os aminoácidos são os blocos de construção que nossos corpos usam para produzir proteínas. A Metionina é encontrada em carne, peixe e produtos lácteos, e desempenha um papel importante em muitas funções celulares.

A Metionina é usada para prevenir danos no fígado no enxerto de acetaminofeno (Tylenol). Também é usado para aumentar a acidez da urina, tratar distúrbios hepáticos e melhorar a cicatrização de feridas. Outros usos incluem tratar depressão, alcoolismo, alergias, asma, intoxicação por cobre, efeitos colaterais de radiação, esquizofrenia, retirada de drogas e doença de Parkinson.

Quais são as Fontes de Metionina?

Carnes e aves:

Os alimentos à base de animais são geralmente boas fontes de Metionina e cisteína. Por exemplo, uma porção de lombo de carne magra que pesa cerca de 6 onças fornece 1,270 miligramas de Metionina e 470 miligramas de cisteína, enquanto uma porção de tamanho similar de uma costeleta de porco que é cortada de gordura contém cerca de 1.145 miligramas de Metionina e 460 miligramas de cisteína .

Outras carnes, como carne de carneiro e carne de caça, também são boas fontes. As aves de capoeira também são ricas em ambos os aminoácidos, com 1 xícara de carne de peito de frango assada e picada, fornecendo cerca de 1.200 miligramas de Metionina e 550 miligramas de cisteína.

Peixe e Frutos do Mar:

A maioria dos peixes e certos tipos de frutos do mar também são boas fontes de Metionina e cisteína. Exemplos incluem atum, com cerca de 1.250 miligramas de Metionina e 450 miligramas de cisteína em 1 xícara de carne de atum leve e salmão, que fornece cerca de 1.030 miligramas de Metionina e 370 miligramas de cisteína em uma dose de 5 onças. Outros tipos comuns de peixe, como arenque, truta, arinca e peixe azul, também são boas fontes de ambos os aminoácidos.

Os frutos do mar que são ricos em ambos os compostos incluem o caranguejo do Alasca, com carne de 1 perna contendo cerca de 730 miligramas de Metionina e 290 miligramas de cisteína, lagosta, com 1 xícara de carne fornecendo 690 miligramas de Metionina e 300 miligramas de cisteína e camarão, que contém 565 miligramas e 230 miligramas de Metionina e cisteína, respectivamente, em uma porção de 3 onças.

Ovos e Produtos Lácteos:

Os produtos lácteos também são boas fontes de ambos os aminoácidos. Estes incluem diferentes tipos de queijo; Swiss fornece 1.035 miligramas e 380 miligramas de Metionina e cisteína, respectivamente, em 1 xícara de queijo em cubos, enquanto 1 xícara de provolone contém 900 miligramas de Metionina e 150 miligramas de cisteína. Outros queijos, como cheddar, parmesão e mussarela, também são ricos em ambos os compostos.

O leite fornece ambos os aminoácidos em quantidades ligeiramente menores. Por exemplo, 1 xícara de leite sem gordura fornece cerca de 200 miligramas de Metionina e 50 miligramas de cisteína. Os ovos também são uma boa fonte, com cerca de 190 miligramas de Metionina e 135 miligramas de cisteína em 1 grande ovo cozido.

Fontes Baseadas em Plantas:

Se você seguir uma dieta vegetariana, alguns tipos de alimentos à base de plantas também são boas fontes de Metionina e cisteína. Muitos tipos de nozes fornecem esses nutrientes, incluindo nozes do Brasil, que possuem cerca de 65 miligramas de Metionina e 245 miligramas de cisteína em 1/2 xícara. Outros exemplos incluem a espirulina, um alimento à base de algas, com cerca de 650 miligramas de Metionina e 370 miligramas de cisteína em 1/2 xícara e soja, com 1.000 miligramas de Metionina e 1.200 miligramas de cisteína em uma dose de 1 xícara.

Função da Metionina:

A Metionina possui as seguintes funções:

  • Um bloco de construção de proteínas;
  • amino ácido glicogênico – pode ser convertido em glicose;
  • Uma fonte de enxofre;
  • Um precursor da carnitina (uma substância que ajuda a converter as gorduras em energia);
  • Uma substância que ajuda o fígado a processar as gorduras eficientemente.

Efeitos Colaterais da l-metionina:

Muitas pessoas incluem a l-methionina na dieta sob a forma de suplementação alimentar, mas é importante ter em mente que em quantidades abusivas o aminoácido pode trazer efeitos colaterais para o ser humano como danos ao cérebro e até mesmo em casos extremos, levar a morte.

Além disso, quantidades excessivas deste suplementopodem aumentar os níveis de homocisteina que pode causar doenças cardíacas e até mesmo provocar o aparecimento de tumores.

Outros efeitos colaterais que também podem ser ocasionados pelo uso inadequado da l-methionina são:

  • Acidez no sangue;
  • Endurecimento das artérias;
  • Delírios;
  • Agitação;

Como pode notar, tanto os benefícios quanto os efeitos colaterais promovidos pelo uso contínuo de l-methionina são vários, e por isso é importante que você procure um médico, até mesmo para garantir que a sua saúde não seja comprometida pela ingestão incorreta deste suplemento alimentar.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Retinol – Fontes, Benefícios e Excesso

Glúten – Fontes, Benefícios e Malefícios