Mandacaru – Origem, Benefícios e Como Usar!

Mandacaru – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

NUTRIÇÃO - CRN6-MA 16199

Mandacaru – Origem, Benefícios e Como Usar de maneira correta. Além disso, o Mandacaru possui ricas propriedades medicinais que promovem a saúde do corpo humano. O Mandacaru (Cereus Jamacaru) é uma planta cactácea e nativa do Brasil, também é conhecida como cardeiro. É típica da caatinga e nasce em vários lugares, até mesmo nos telhados das casas rurais.

mandacaru

Vive tranquilamente em lugares de clima seco e com pouca água, pode chegar a 6 metros de alturas e no lugar das folhas a planta contém espinhos para proteger a planta contra os herbívoros da região. As raízes do Mandacaru consegue absorver água contida no lençol freático e o tronco é protegido por uma película grossa para evitar a perda de água.

Encontrado com maior frequência nos estados do nordeste do Brasil, o Mandacaru é uma planta da família das cactáceas que pode atingir mais de 4 metros de altura dependendo da espécie. Atualmente é utilizado para o tratamento de diversos tipos de doenças em seres humanos, anteriormente só servia para alimentar animais em tempos de seca.

Propriedades do Mandacaru:

Ele possui propriedades terapêuticas tais como diurética, estimulante, tônica e cardiotônica. Então, confira agora os Benefícios do Mandacaru Para Saúde:

Benefícios do Mandacaru Para Saúde:

  • De acordo com a cultura popular, o Mandacaru é capaz de tratar problemas renais.
  • O Mandacaru pode ser utilizado para sobrevivência, então pode servir para alimentar ou hidratar os animais do sertão.
  • O fruto e a flor servem para alimentar aves e abelhas.
  • A parte interna do Mandacaru pode ser usada para o tratamento de gastrites e manter a saúde do aparelho digestivo.
  • A raiz também pode ser usada para o tratamento de calculo renal.
  • Também tem função diurética, melhora a retenção de líquidos, a infecção na bexiga tem ação expectorante, melhora a febre e resfriados, ou até mesmo serve para tratar doenças do coração.

Como Usar o Mandacaru:

O fruto pode ser consumido in natura, em sucos, geleias, saladas e diversas preparações culinárias, de acordo com o gosto do cozinheiro.

Ele serve como alimento e para aliviar a sede dos animais, principalmente para o gado, além de suas sementes alimentarem pássaros e insetos. Possui valor ornamental e na recuperação de áreas degradadas.

Na medicina popular, as flores, caule e polpa dos frutos, em forma de xarope, são usados para alívio de afecção pulmonar, da bexiga, retenção da urina; além de servir como estimulante e tônico para o coração.

Ele é usado pela indústria cosmética para a fabricação de variados produtos seja para beleza da pele ou dos cabelos. Os espinhos da planta são usados como agulhas para tecer almofadas de bilro; o tronco seco serve de material para portas, janelas e telhados.

Primeiramente retire os espinhos e a capa de proteção que parece plástico que protege o Mandacaru e depois utilize cozido, deixando de molho de um dia para o outro ou batido no liquidificador com água e guarde dentro de um recipiente bem fechado dentro da geladeira, essas são as 3 maneiras de utilização.

Geralmente se toma 3 copos de 300 ml por dia pela manhã, meio dia e a noite, na verdade isso é apenas uma sugestão a quantidade fica a critério de cada pessoa, se você sofre de um dos problemas citados acima não perca tempo comece agora mesmo usufruir dos benefícios proporcionado por essa excelente planta.

beneficios do mandacaru

Onde Encontrar o Mandacaru:

Ele é encontrado em várias regiões brasileiras, em praças, jardins e principalmente na região nordestina, onde é muito usado para aliviar a fome e a sede dos animais. As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Efeitos Colaterais do Mandacaru:

Não encontrados na literatura consultada.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Deixe seu Comentário

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalves

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão (UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão (UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos, e também atuo como editor no site Dr. Saúde, utilizando todo meu conhecimento para trazer qualidade de vida para nossos leitores.

cha de rosa castanha

Os 10 Benefícios do Chá de Rosa Castanha Para Saúde

Os 10 Benefícios do Melãozinho do Campo Para Saúde