Benefícios das Plantas

Os 10 Benefícios da Arnica Montana Para Saúde

Arnica Montana

Benefícios da Arnica Montana que poucas pessoas conhecem. Além disso, a  Arnica Montana tem entre seus componentes flavonoides, ácidos fenólicos, princípios amargos e amacina, e com isso adquire propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, antibacterianas, cicatrizantes, adstringentes, fungicidas, rubefacientes, e inclusive se diz que pode ser usada como remédio antitumoral, colerético e vulneraria.

Arnica Montana

Origem da Arnica Montana:

A Arnica Montana se encontra localizada em altitudes que variam de 700 a 2500 metros. É precisamente perto de lagos de montanha, onde é encontrada em abundância em certas montanhas dos Pirinéus.

Uma planta que se as indicações do seu médico não forem seguidas pode ser muito tóxica, já que não podemos colhê-la e fazer uma infusão sem mais nem menos. Temos que aprender como se toma e para que se toma.

A Arnica Montana é uma planta medicinal também conhecida como arnica-silvestre, espiga-de-ouro, erva-lanceta, arnica-da-montanha, tabaco-das-montanhas, tabaco-montês, leopardsbane, bane leopard, wolfsbane e bane wolf (inglês). Pertence a família Asteraceae.

Propriedades da Arnica Montana:

As flores, folhas e raízes concentram as propriedades curativas da Arnica Montana, um remédio homeopático muito utilizado para dores, contusões, artrite e reumatismo. Também é administrada para estado de choque, epilepsia, enjoos no mar, flebites, frieiras, laringites, traumas, varizes e vertigem.

Quando usada homeopaticamente antes e depois de cirurgias, pode ajudar a minimizar a tensão pós-traumática. As flores são usadas ​​para reduzir o inchaço e a dor causada por contusões, entorses, problemas musculares e articulares.

Benefícios da Arnica Montana:

  • Estimula a circulação sanguínea.
  • Reduz o inchaço.
  • Alivia a dor em caso de lesão muscular.
  • É indicada em casos de queimaduras.
  • Alivia a dor dão se recuperar de entorses ou luxações.
  • Para o tratamento de condições do sistema respiratório.
  • Melhora a dor da artrite reumatoide.
  • Elimina fungos.
  • Podemos tomá-la também para evitar ou tratar os enjoos quando viajamos.
  • É eficaz quando você tem que curar feridas.

Seu uso não é recomendado durante a gravidez e aleitamento e, de fato, se conhece também como abortivo muito popular por seu alto teor em fito estrogênios, por isso temos de ser muito cuidadosos quando tomamos esta planta sem ter consultado previamente o nosso médico.

Como Usar o Chá de Arnica Montana:

Mergulhe uma toalha ou pedaço de tecido no chá quente e aplique na área machucada ou dolorida.
Adicione um litro de chá a um banho quente para criar uma imersão calmante.
Enxágue os cabelos recém-lavados com o chá quente para incentivar o crescimento do cabelo.

beneficios da Arnica Montana

Outros nomes populares da Arnica Montana: arnica-das-montanhas, arnica-verdadeira, panacéia-das-quedas, quina-dos-pobres, tabaco-de-montanha, tabaco-dos-saboianos; arnica-verdadeira; echte arnika (alemão), arnica (espanhol, francês, inglês e italiano), arnicae (latim).

Gel de Arnica Montana:

As raízes da arnica contêm derivados de timol, que são usados ​​como fungicidas e conservantes, e podem ter um efeito anti-inflamatório. Quando usado topicamente num gel a uma concentração de 50%, a Arnica Montana possui o mesmo efeito para o tratamento dos sintomas de osteoartrite nas mãos comparado a géis com 5% de ibuprofeno.

História e curiosidades sobre a Arnica Montana:

A Arnica Montana é uma planta originária das regiões montanhosas do norte da Europa, de terras silicosas. O cultivo da Arnica Montana no Brasil é de difícil adaptação.

Existem muitas plantas chamadas popularmente de arnica, entretanto, na verdade, existem espécies diferentes que não possuem a mesma aplicação terapêutica.

O nome popular da planta em inglês é wolfsbane, onde a palavra “bane” significa algo como “veneno mortal”.

A espécie Arnica Montana é uma planta perene que floresce no mês de julho. As flores são hermafroditas (possuem os dois órgãos masculinos e femininos) e são polinizadas por abelhas, moscas e outros insetos.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.