Os 10 Alimentos Ricos em Vitamina B17

Os 10 Alimentos Ricos em Vitamina B17!

Revisado por

Drª. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Dr. Saúde

Os 10 Alimentos Ricos em Vitamina B17 que todos deveriam consumir no seu dia a dia. Além disso, a vitamina B17, ou laetrile, é a chamada vitamina anticâncer. É um tratamento alternativo para o câncer, porque ela trabalha para reduzir tumores e evitar metástase ou a propagação da doença para outras partes do corpo. Ela mata e impede o desenvolvimento de células cancerosas no futuro, e ainda fortalece o sistema imunológico, de acordo com o Cancer Tutor. Alimentos ricos alto em vitamina B17 são chamados de nitrilosides e incluem uma variedade de sementes, grãos, nozes, brotos e tubérculos, além de folhas e feijões.

A vitamina B17 possui potencial tóxico devido à sua composição, já que contém uma molécula de cianido de hidrogênio (também conhecido como cianureto de hidrogênio). A vitamina C pode agravar sua toxicidade, além de dificultar a detoxificação, por isso, não deve ser consumida em conjunto.alimentos ricos em vitamina b17

Deficiência da Vitamina B12:

Ainda não se sabe os sintomas da deficiência dessa vitamina e vale ressaltar que a causa do câncer não é a falta de vitamina B17 no organismo.

O mecanismo de desenvolvimento do cânceré complexo e pode envolver fatores emocionais, ambientais e genéticos. O que é defendido por alguns pesquisadores é que, em casos de deficiência da vitamina B17, a capacidade do organismo de combater o câncer é muito baixa. Então, Conheça agora Os 10 Alimentos Ricos em Vitamina B17:

1. Brotos:

Broto de bambu contém alta quantidade de vitamina B17, enquanto alfafa, fava, grão de bico e broto de feijão-mungo têm quantidade média.

2. Tubérculos:

Inhame, Mandioca e Batata-doce. Todos eles contêm essa vitamina, sendo que a Mandioca ocupa o topo da lista. Apesar de ser uma rica fonte de proteína, as Folhas de Mandioca devem ser preparados adequadamente para evitar a conversão de glicosídeos cianogênicos em cianeto.

3. Sementes:

As sementes, especialmente Sementes de Damasco, estão no topo da lista de Alimentos Ricos em Vitamina B17. Você também pode encontrar esta vitamina nas sementes de ameixas, peras, pêssegos, nectarinas, cerejas, e até mesmo maçãs. As sementes de linhaça, sementes de abóbora, sementes de milho e sementes de trigo sarraceno também contêm vitamina presente em quantidades moderadas.

4. Frutas:

Bagas incluindo Framboesa, Morango, Groselha, Amora, e Amora-preta contêm quantidades admiráveis desta vitamina anticancerosa. Não esqueça Quinoa, Groselha, e Amora! No entanto, o fato surpreendente é que as bagas silvestres contêm Vitamina B17 em bastante quantidades elevadas.

5. Folhas:

As Folhas de Alfafa e de eucalipto contêm quantidades elevadas de Vitamina B17. As Folhas de Espinafre também são potenciais fontes dessa vitamina.

6. Feijão:

Opte por grãos variados para obter Vitamina B17. Escolha Fava, Feijão-preto, lima e Grão-de-Bico que são ricos nesta vitamina. Cozinhe-os e inclua-os em sua dieta para obter essa vitamina.

7. Couves:

As Couves lideram esta lista com uma alta dose de Vitamina B17 seguida pelos brotos de Alfafa, Grão-de-Bico, e toda a grama verde.

8. Nozes:

As Nozes são ricas em variados nutrientes, incluindo minerais e proteínas. As amêndoas, especialmente as mais amargos, juntamente com Macadâmia e castanha de caju, contêm vitamina B17. As amêndoas amargas são as principais da lista.

9. Grãos:

Grãos como milho, trigo, cevada e linhaça, são excelentes fontes de vitamina B17.

10. Caroços:

Outras frutas com caroços ricos em vitamina B17 são pêssegos, ameixas, cerejas e nectarinas. As sementes pequenas de maçãs, uvas e frutas pequenas de coloração escura, tais como, Morangos, framboesas, amoras são ricas em vitamina B17. Lembre-se de que as frutas em conserva que têm sementes também são boa fonte de vitamina B17.

Além do teor de vitamina B17, estas sementes, grãos, nozes, brotos, tubérculos e folhas também são ricos em outras vitaminas, minerais, ômega-3 e antioxidantes. De acordo com pesquisas, não há nenhum dado que demonstre problemas causados pela falta da vitamina B17. No entanto, teoricamente, a sua deficiência poderia aumentar a probabilidade de desenvolver câncer.

Possíveis Efeitos Colaterais:

Embora em geral, o consumo desta vitamina tenha sido considerado seguro. E seu risco de toxicidade é baixo, algumas pessoas podem experimentar certos efeitos colaterais ou reações e podem sofrer envenenamento por cianeto. Como o cianeto é uma neurotoxina que causa uma série de efeitos adversos no organismo como:

  • Náusea;
  • Vômito;
  • Tontura;
  • Dores de cabeça;
  • Descoloração da pele;
  • Dano no fígado;
  • Pressão arterial muito baixa;
  • Confusão mental;
  • Casos de morte mais extremos.

As chances de sofrer possíveis intoxicações são maiores, se a vitamina é consumida por via oral, do que quando injetada. Alguns desses efeitos podem ser experimentados se amêndoas crus ou ossos de frutas esmagados forem consumidos.

Além disso, se existe uma dose elevada de vitamina C no organismo, também pode aumentar os efeitos nocivos ao tomar vitamina B17. Com o consumo de citros contendo ácido clorídrico, você pode evitar esses efeitos.

Pode ocorrer toxicidade por sobredosagem, existem casos documentados em que houve uma sobredosagem deste composto. Como mencionado, devido ao cianeto. É por esta razão que, se você está considerando tomar um tratamento com base na sua ingestão, ele precisa ser realizado sob supervisão médica rigorosa.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Deixe seu Comentário

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

bael

Os 30 Benefícios do Bael Para Saúde

Glucosamina – Fontes, Benefícios e Deficiência