Benefícios das Plantas

Agoniada é bom para quê? para que serve, benefícios e malefícios

A Agoniada é como chamamos uma planta de grande porte que contém uma madeira bem rígida, além da casca bastante amarga. O seu cultivo no Brasil é muito extenso, principalmente entre Rio Grande do Sul e Goiás.

A planta, também popular como quina branca, arapou, sucuba, bellaco caspi, tapouca, arapuê, plumeria lanciflora, sucuba, sucuriba e diversos outros nomes; possui muitas propriedades medicinais.

Agoniada é bom para quê? para que serve, benefícios e malefícios

As partes usadas da planta para fins medicinais são as folhas e as cascas que podem ser utilizadas no preparo de um chá.

Ela também é chamada de agonia, jasmin-manga e arapuê, muito usada no tratamento de cólicas menstruais, além de ter poder relaxante. O seu nome cientifico é Plumeria Lancifolia Mul e pode ser comprada em lojas de produtos naturais com o preço médio de até 20 reais.

Valor Nutricional da Planta Agoniada:

As propriedades dessa planta incluem a sua ação febrífuga, purgativa, antidepressiva, antiespasmódica, calmante e anti-asmática.

Benefícios da Agoniada:

A planta serve para tratar cólicas menstruais, asma, febre, doenças de pele, menstruação desregulada, inflamações no útero, bronquite, corrimentos vaginais, vermes e gases.

Modo de uso da Planta:

As partes usadas desta planta são a sua casca e flores como citamos acima. A Infusão de Agoniada para cólicas menstruais:

Adicionar 10 g de flores de Agoniada em 1 litro de água fervente;
Beber 4 vezes ao dia sem adoçar.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais da planta incluem aumento do fluxo menstrual e diarreia.

Contraindicações:

O consumo da Agoniada é contraindicado para mulheres gestantes, pois a planta, além de agir no aparelho reprodutor feminino, pode causar diarreia.

Ainda deve ser evitada por crianças e mulheres em período de lactação. A casca produz um látex que, quando em doses em excesso, pode produzir síncope, delírio e pode causar inclusive a morte.

É importante que, antes de utilizar qualquer medicamento, mesmo que natural, você procure um especialista especializado para saber se determinada planta é o ideal para o seu caso, além de conferir as interações medicamentosas.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.