Benefícios das Plantas

Filipêndula – Origem, Benefícios e Como Usar!

Filipêndula – Origem, Benefícios e Como Usar de maneira correta. Além disso, a Filipêndula é da família das Rosaceae, também conhecida como ulmária, rainha-dos-prados, ulmeira, erva-ulmeira, barba-de-bode, erva-das-abelhas, grinalda-de-noiva, olmeira e aspirina vegetal. É uma planta perene, que cresce em áreas úmidas e campinas. Suas folhas são verde escuras, com flores brancas agrupadas em ramos. Possui um aroma agradável, muito usada para dar sabor a vinhos, cervejas e vinagres. O nome do gênero Filipêndula foi derivado de duas palavras – “filum”, que significa “discussão” e “pendulus”, que significa “pendurado”. Isso talvez descreve os tubérculos, que pendem característica das raízes. O nome do epíteto específico ulmária “denota” elm-like “, no entanto, esta planta não aparece como o mel!

Filipêndula 

Esta planta contém os produtos químicos usados para fazer a aspirina, uma pequena parte da raiz, quando descascados e esmagados, quando mastigada é um bom remédio natural para aliviar dores de cabeça. Um corante natural preto pode ser obtido a partir das raízes, utilizando um catalisador de cobre mordaz.

Essa planta poderiam, eventualmente, ser a base de mel hidromel devido ao seu sabor, ou, alternativamente, poderia ter sido usada no túmulo como uma flor perfumada. Veja tudo sobre esta planta:

Origem da Filipêndula:

A Filipêndula, de nome científico Filipêndula ulmaria, é uma planta da família das rosaceae, sendo também conhecida por outras denominações, como ulmária, rainha-dos-prados, ulmeira, erva-ulmeira, barba-de-bode, aspirina vegetal e outras.

Nativa da Europa e da Ásia Ocidental, tempos depois esta planta foi introduzida e cultivada na América do Norte. Foi a partir desta planta que, no século XIX, isolaram pela primeira vez algumas substâncias semelhantes à aspirina.

Além das propriedades medicinais, a Filipêndula possui um aroma bastante agradável, usado para dar sabor a vinhos, cervejas e vinagres.

Propriedades da Filipêndula:

Dentre as propriedades medicinais da Filipêndula estão as seguintes:

  • Adstringente;
  • Antiácida;
  • Antiemética;
  • Antirreumática;
  • Antisséptica;
  • Calmante;
  • Cicatrizante;
  • Diurética;
  • Sedativa;
  • Febrífuga;
  • Tônica.

Planta foi introduzida e cultivada na América do Norte

Benefícios da Filipêndula:

Devido às muitas propriedades medicinais da Filipêndula, esta planta pode ser útil no tratamento de diversos problemas de saúde, como úlceras, diarreia, dores (de cabeça, bexiga, rins e estômago), gastrites, pulmão, reumatismo, febre, fibromialgia, hiperacidez estomacal, osteoatrite e vômito.

A Filipêndula também é indicada na prevenção de difteria, disenteria e pneumonia. A planta é um dos melhores remédios para tratar problemas de hiperacidez gástrica, pois promove a reparação do estômago e controla a libertação de ácido.

Além disso, é indicada para tratar dores reumáticas e fibromialgia, pois pode aliviar músculos e articulações rígidos, acalmando a inflamação.

Como Utilizar a Filipêndula:

As partes usadas da planta são as suas folhas frescas, folhas secas, flores e raízes. A Filipêndula pode ser utilizada na forma de infusão e de tintura da raiz seca.

Para preparar a infusão, basta colocar duas colheres de sopa de erva picada em uma xícara de chá, derramar água fervente por cima e tampar o recipiente. A indicação de consumo é de uma vez ao dia, após a bebida esfriar.

A infusão feita com as flores secas serve para tratar gripes, febres e dores reumáticas; já a infusão feita com as folhas e flores pode auxiliar no tratamento das dores da bexiga e dos rins, estimular a excreção de ácido úrico e dores estomacais.

Efeitos Colaterais e Contraindicações:

A Filipêndula não deve ser utilizada por pessoas que apresentam hipersensibilidade à aspirina, pois pode desencadear reações alérgicas.

As pessoas que sofrem de asma também devem ter atenção, pois cerca de uma em cada cinco pessoas com asma reagem à aspirina provocando mais sintomas da doença. Por isso, o uso desta planta poderia induzir os mesmos sintomas.

Lembre-se que todo e qualquer tratamento, inclusive o natural, só deve ser iniciado após a consulta com um médico especialista.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.