Erva Moura – Origem, Benefícios e Como Usar!

Conheça Tudo Sobre a Erva Moura: Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Enfermeira

Especialista do Dr. Saúde

Erva Moura – Origem, Benefícios e Como Usar de forma adequada para que seja possível aproveitar de todos os Benefícios da Erva Moura e de todas as propriedades que podem ser encontradas nela. Além disso, a Erva Moura (Solanum americanum) é uma erva daninha pertencente à família das solanáceas nativa das Américas com ocorrência entre o sudoeste dos Estados Unidos da América e o sul do Peru e do Paraguai, sendo uma planta muito comum no Brasil.

A Erva Moura é mais uma planta que passou de um bom status como alimento e remédio para a denominação de erva daninha. Os frutos maduros são deliciosos, e podem ser conservados em forma de geleia. As folhas podem ser comidas se devidamente escaldadas.

beneficios da erva moura

Esta planta cresce em qualquer lugar e não necessita de grandes cuidados para a sua sobrevivência.

Ela também possui os nomes de maria pretinha, maria-preta, aguarágua, aguaraquiá, aguaraquiá-açú, araxixu, caaxixá, carachichu, caraxiocu, caraxixá, caraxixu, erva-de-bicho, erva-mocó, guaraquim, guaraquinha, pimenta-de-cachorro, pimenta-de-galinha, pimenta-de-rato, sué e erva-de-santa-maria e é classificada como uma planta medicinal.

É uma erva que pertence ao agrupamento das solanáceas. O seu caule por norma é ereto, com muitos ramos. As suas folhas são ovaladas, rugosas e com uma cobertura tipo lanugem.

Propriedades da Erva Moura:

As folhas da planta são compostas por nutrientes como proteínas, Manganês, Fósforo, Ferro e boro.

Esta planta também possui usos medicinais diversos como: antiespasmódica, sedativa, expectorante, analgésica, diurética, depurativa, emoliente, vulnerária, anti-reumática, diaforética, antiartrítica, anti-hipertensiva, aperiente, calmante, anti-inflamatória, febrífuga, mineralizante, reconstituinte, narcótica, calmante, afrodisíaca e analgésica.

A fruta fresca é usada como antiparasitária.

Indo desde analgésica e sedativa (o que é de certo modo esperado pelo seu unusual efeito tóxico), passando por uma grande eficiência contra verminoses, até alguns usos externos.

erva moura

Benefícios da Erva Moura:

Os Benefícios da Erva moura quando usada externamente, funcionam como cicatrizante das afecções da pele, abcessos, furúnculos, feridas, prurido, psoríase, úlceras e queimaduras. Também pode ser usada na forma de cataplasma das folhas para hemorroidas.

Indicada para o uso externo no tratamento de pitiríase versicolor ou pano branco, feridas e úlceras (uso tópico das folhas contusas), inflamações, áreas intumescidas, irritadas e dolorosas, dartros, furúnculo, panarício, queimaduras, psoríase, Eczema, escrófulas, abcesso, acne, dermatite, erisipela, exantema, leucorreia, pústulas e vaginite.

Internamente para o tratamento de asma, amigdalite, anemia, Cirrose, cólicas, Diarreias, Escorbuto, Gastrite, Meningite, paludismo, úlcera gástrica, terror noturno, excitação nervosa, cólica e afecções urinárias, gastralgia, crises hepáticas, espasmos vesicais, distúrbios digestivos e ginecológicos e Hemorroidas.

Modo de Usar:

A infusão das folhas apresentou atividade hipoglicemiante em ratas, espasmolítica, por mecanismo muscarínico e musculotrópico, frente a acetilcolina, na dose de 640mg e frente ao cloreto de bário, nas doses de 320 a 640mg (Cruz).

A decocção das folhas tem ação antibiótica sobre Staphylococcus aureus. A decocção e a maceração hidroalcoólica das folhas tem atividade sobre Candida albicans e Cryptococcus neoformans (Cooney et al.).

Decocção: ferva 1 colher de chá de folhas em 1 xícara de chá de água. Tomar 3 xícaras ao dia (excitação nervosa, cólicas, nevralgias, dermatoses, catarros e afecções urinárias).

Cataplasmas: folhas frescas aplicadas topicamente (dermatoses e lesões dérmica)

Pode-se utilizar o decocto para fazer a ablução de áreas inflamadas, doloridas e lesionadas.

erva moura beneficios

Efeitos Colaterais:

Em caso de ingestão de grandes quantidades de folhagem fresca ou frutos verdes, com altas doses de alcaloides podem surgir sinais de irritação gástrica, enjoos, vômitos, dor de cabeça. Medidas usuais para intoxicação: tratamento sintomático para vômito e cefaleia deverá ser instituído.

Mas deve-se tomar cuidado com esta planta. Os frutos imaturos e as folhas cruas são tóxicos, possuindo um efeito pouco usual (e não facilmente percebível), pois atuam no sistema nervoso central, causando sintomas de depressão.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Deixe seu Comentário

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Brenda Lima

Me chamo Brenda Lima, formada em enfermagem pela EEFTESM do Rio de Janeiro desde 2016. Há alguns anos comecei a dedicar-me a produzir conteúdo no Site Dr. de Saúde para ajudar as pessoas que sofrem com uma diversidade de doenças que são oriundas da Má Alimentação. Acredito que o segredo da boa saúde é o equilíbrio, e através da boa alimentação é possível manter um corpo saudável e viver com melhor qualidade de vida.

cha de vinca menor beneficios

Chá de Vinca Menor – Origem, Benefícios e Como Usar!

Lambari – Origem, Benefícios e Como Usar!