Arnica Silvestre – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Educação Física pela UGF

Especialista do Dr. Saúde

Arnica Silvestre – Origem, Benefícios e Como Usar. Alem disso,  A planta arnica (Solidago microglossa) é também Conhecida também como “erva-lanceta”, “solidago”, “vara-de-ouro”, e “vara-de-são-pedro”, essa planta medicinal cresce em clareiras, regos, bosques e ao redor de deles. O talo se ramifica na parte superior, surgindo um pequeno ramo carregado de cápsulas de flores de cor amarelo-dourado. A planta pode alcançar até 80 centímetros de altura.

Arnica Silvestre

As flores devem ser colhidas nos meses de julho a outubro e são empregadas contra hemorragia intestinal e outras doenças intestinais. vale ressaltar que esta erva é considerada um excelente remédio também contra doenças renais. Confira a seguir : Arnica Silvestre benefícios e propriedades Para saúde.

  • Hematomas;
  • Torções;
  • Escoriações;
  • Contusões;
  • Edemas relacionados à fraturas e dores reumáticas dos músculos e articulações;
  • Processos inflamatórios da orofaringe;
  • Furunculose;
  • Picadas e ferroadas de insetos;
  • Flebite superficial;

É preciso, já de cara, dizer que a arnica é hepatotóxica. Não é para sair por aí fazendo chazinho de arnica para qualquer dor de cabeça. É importante se saber que tipo de arnica se está usando e qual a dose adequada.

Modos de Preparação:

Chá: Em um recipiente, colocar uma colher de chá bem cheia de Arnica Silvestre, acrescentar 1/4 de litro de água fervente e deixar repousar por algum tempo.

Chá composto: Prepara-se do mesmo modo, porém com a mistura das ervas indicadas acima.

Contra-indicações e Observações da Arnica Silvestre:

A arnica é contraindicada, para uso interno, sem orientação médica, pois pode ser tóxica. Sempre que for consumir um medicamento para qualquer tipo de tratamento, é recomendável que seja consultado um médico.A maioria dos efeitos colaterais da arnica são advindos do uso incorreto da planta e seus suplementos derivados. Quando aplicada sobre a pele durante um longo período de tempo, pode levar a eczema de pele e erupções cutâneas.

Quando consumida em quantidades superiores ao indicado, pode causar efeitos colaterais como tontura, tremores, taquicardia e/ou arritmias.Outros efeitos secundários incluem diarreia, náuseas e vômitos, além de sangramentos em diabéticos ou pacientes que tomam anticoagulantes. O uso de compressas de arnica, ou ainda da pomada e do gel, é contraindicado em feridas abertas, ou ainda durante a gestação e fase de lactação. Doses altas podem causar arritmia, aumento elevado na atividade cardíaca e afeitar o funcionamento de outros órgãos vitais.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Pixirica – Origem, Benefícios e Como Usar!

cha de agoniada

Chá de Agoniada – Origem, Benefícios e Como Usar!