Benefícios das Plantas

Agerato – Origem, Benefícios e como Usar

Agerato – Origem, Benefícios e como Usar de maneira correta. Além disso, o Agerato possui ricas propriedades medicinais que são importantes para saúde do corpo humano. O Agerato é uma planta herbácea, ereta, ramificada, de florescimento vistoso, ideal para a formação de maciços e bordaduras, em diferentes tipos de clima. Seu porte é pequeno, geralmente entre 20 e 30 centímetros de altura. A folhagem é densa, com folhas ovaladas a cordiformes, opostas e de cor verde-brilhante.

agerato

As inflorescências surgem na primavera e permanecem até o final do outono. Elas são do tipo capítulo, compostas por numerosas flores felpudas, em diferentes tons de azul e lilás, mas que também podem ser róseas ou brancas, de acordo com a variedade.

No paisagismo, o Agerato tem lugar na formação de densos maciços ou bordaduras demarcando caminhos e canteiros. Seus tons violáceos harmonizam de forma delicada com a cor rosa e são complementares ao amarelo. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras, ornamentando varandas e pátios ensolarados.

Exige pouca manutenção e apresenta propriedades medicinais, mas seu uso deve ser moderado e conduzido por médico, pois trata-se de uma planta tóxica ao fígado se consumida em excesso.

Características do Agerato:

O Agerato se apresenta ereto, com ramificações, e proporciona para os olhos de quem ama plantas e natureza, um anual florescimento muito vistoso. A planta herbácea é uma ótima opção para formação de bordas e e de maciços e pode ser usadas em vários climas diferentes, como foi feito notar na ficha técnica.

Apesar de se tratar de uma planta de porte pequeno, isto é, não supera os 30 centímetros de altura, ela tem um ponto ao seu favor, que a faz tão vistosa, a folhagem que é densa. As folhas se apresentam na forma oval, cordiformes e opostas. Outro diferencial que a torna ainda mais linda é o verde-brilhante das folhas.

Quando é primavera, a parecem as inflorescências, que permanecem até o final do outono. As flores são felpudas e podem aparecer em várias cores: brancas, róseas, lilás e azul. As tonalidades variam de acordo com a espécie da planta.

Origem do Agerato:

O nome do gênero, Ageratum, deriva do termo grego agératos que significa “que não envelhece”, em referência à durabilidade das suas flores; Das 43 espécies deste gênero, o Ageratum houstonianum é a espécie mais cultivada; Esta planta é tóxica para animais de pasto, causando-lhes lesões do fígado.

É uma planta nativa do México e do Peru. Pertence à família das Compositae é herbácea e pode ser anual ou perene. Tem um caule alto com vilosidades boas. Suas folhas são longas pecioladas, opostas e pubescentes, enquanto a inflorescência em um único corimbo. O fruto do Agerato é um aquênio que se dissipa ao vento ao receber um aristad papus.

Propriedades do Agerato:

Principalmente utilizado no tratamento de contusões e como cicatrizante de uso tópico. Acção analgésica, anti-espasmódica, anti-diarreica, anti-reumática, estomáquico (digestão gástrica), estimula a lactação, promove as contrações do útero durante o parto e favorece a menstruação.

O Agerato também possui ação anti-inflamatória, carminativa, cicatrizante, diurética, emenagogo, vasodilatadora, estimulante e febrífugo.

Benefícios do Agerato Para Saúde:

  • Por as suas propriedades carminativas, o Agerato é usado em tratamentos contra diarréia, dor de estômago, flatulência e espasmos. Graças às suas qualidades como emenagogo, ajuda a combater cólicas menstruais e amenorreia.
  • Devido às suas qualidades tranquilizantes e analgésicas, folhas de chá e flores do Agerato são usadas para combater dores musculares e artrites.
  • Uma infusão tópica desta planta ajuda a minimizar a dor causada pelo reumatismo. Bem como o suco da planta é aplicado sobre as feridas para evitar infecções e curar rapidamente.

Como Usar o Agerato:

O extrato do Agerato deve ser tomado de forma oral, com doses que variam entre 200 e 300 mg diários. A segurança do extrato a longo prazo não foi estabelecida, portanto não se deve tomá-lo por muito tempo.

Quando for parar de tomar o extrato, não retire-o de uma vez, já que isso pode causar efeitos desagradáveis. Diminua a dose gradualmente até poder parar completamente.

Cultivo do Agerato:

  • Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera geadas ou encharcamento.
  • Em climas quentes, deve ser conduzido sob meia-sombra, ou ao menos protegido do sol forte do meio-dia. Nos climas mais frios ou amenos, o cultivo deve ser sob sol pleno, para um intenso florescimento.
  • A remoção das flores murchas, assim como a fertilização mensal, estimulam florações sucessivas no Agerato. Multiplica-se por sementes postas a germinar no inverno, em ambiente protegido do frio intenso ou geadas.

Efeitos Colaterais do Agerato:

O Agerato é considerado seguro se consumido de forma oral por pouco tempo. Ele pode causar efeitos colaterais como problemas para dormir, sonhos vívidos, inquietação, ansiedade, irritabilidade, irritação estomacal, fadiga, boca seca, tontura, dor de cabeça, maior sensibilidade ao sol, irritação na pele, diarreia e formigamento. Doses orais muito grandes não são consideradas seguras.

beneficios do agerato

Mulheres grávidas e amamentando não devem consumir o Agerato. Há evidências de que a erva causa má formação fetal em ratos. Não se sabe se o mesmo efeito é causado em humanos, mas é melhor evitar, de qualquer forma. No caso da amamentação, o Agerato pode causar cólicas, sonolência e apatia no bebê. Portanto, não consuma o Agerato se estiver grávida ou amamentando.

Além disso, o Agerato pode causar infertilidade, portanto não tome se estiver tentando engravidar ou se tem problemas de fertilidade. Pessoas com esquizofrenia e Mal de Alzheimer também podem sofrer pioras em seus estados ao consumir esta erva.

Pessoas que vão fazer cirurgia ou começar quimioterapia não devem consumir o Agerato, já que ele pode causar complicações em cirurgias e diminuir a eficácia dos medicamentos da quimioterapia.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.