Trapoeraba – Origem, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Dr. Saúde

Trapoeraba – Origem, Benefícios e Como Usar aprenda agora, sobre todos os benefícios dessa planta para saúde. Além disso, quem vê o tamanho de um pé de Trapoeraba não imagina do que a planta é capaz de fazer no organismo. Os 40 cm de altura que a planta atinge quando chega a maturidade não conseguem expressar a quantidade de benefícios que ela traz quando consumida com regularidade. Consumo esse que pode ser feito de diversas formas.

trapoeraba

A Trapoeraba, de nome científico Tripogandra diurética, é muito utilizada na medicina natural até os dias de hoje. A planta, nativa do Brasil, é facilmente encontrada na Amazônia e nas regiões onde dominam o Cerrado e a Caatinga. Portanto, pelo país ela é conhecida por vários nomes: tracoeraba, trapoerava e olho de santa luzia.

É por funcionar como um poderoso diurético que a Trapoeraba ficou tão conhecida. Ela ajuda o organismo a eliminar os líquidos acumulados em excesso, ajudando o corpo a desinchar e auxiliando na perda de peso. Por isso é muito importante que seja ingerida muita água durante o tratamento feito com a Trapoeraba. A planta também contém flavonoides e ajuda a evitar o envelhecimento precoce das células.

Toda a parte aérea da planta é considerada benéfica para a saúde quando ingerida. As flores e folhas podem ser ingeridas in natura ou refogadas e acrescentadas a ensopados e pratos quentes. Também é possível fazer patês com as flores e colocar as folhas em cozidos, para dar um gosto especial. O chá continua, no entanto, sendo a forma mais rápida e simples de ter acesso as maravilhas que a Trapoeraba pode fazer ao organismo.

Origem da Trapoeraba:

Originária da América Central, a Commelina erecta L. pode ser chamada também de capoeraba, andaca, santa-luzia ou erva de santa luzia. Outra variedade de Trapoeraba, só que com flores brancas, a Tradescantia fluminensis também é comestível. Talos jovens, folhas, flores e até raízes são comestíveis. Na tese do biólogo Valdely Kinupp.

Plantas alimentícias não convencionais da região metropolitana de Porto Alegre – RS, há um tópico falando da planta, histórico de uso na cozinha e de suas potencialidades como planta forrageira e alimento para suínos, aves, coelhos, porquinhos-da-índia, capivaras e outros animais de cativeiro ou domesticados como nós, seres bem humanos.

Popularmente, a Trapoeraba é considerada como um diurético natural. Suas substâncias ativas ajudariam o organismo a eliminar os líquidos acumulados e as toxinas. Assim, o consumo do chá preparado com a erva seria eficaz no tratamento da retenção hídrica e do inchaço, além de contribuir com o processe de emagrecimento.

Ela também é bastante indicada como tratamento alternativo para problemas relacionados com o sistema urinário, como: cistite, uretrite e infecção urinária. Por conter boa quantidade de flavonoides, a Trapoeraba ainda tem ação antioxidante, combatendo os radicais livres. Veja como preparar o chá.

Benefícios da Trapoeraba:

A Trapoeraba é indicada em casos de perturbações circulatórias cerebrais, anemia, fluxo menstrual excessivo e ainda estanca hemorragias da boca ou do ânus. Além disso, esta planta pode ser usada no tratamento de perdas de memória, vertigens, enxaquecas, fragilidade capilar e problemas de anginas. Portanto, os principais Benefícios da Trapoeraba atuam para melhorar os processos de digestão e também influencia na melhora de afecções urinárias.

Mesmo com todos esses benefícios, a planta ainda está sendo considerada anti-cancerígena, devido à presença de duas grandes e importantes substâncias que possuem esse efeito. Vale ressaltar também que estudos estão sendo levantados sobre a ação antidiabética que a vinca-menor possui. Mesmo sem respostas precisas, os pesquisadores estão confiantes. Veja outros Benefícios da Trapoeraba Para Saúde:

1. Combate ao Inchaço:

Suas propriedades diuréticas trabalham no aumento da eliminação do excesso de líquido de corpo através da urina. O resultado disso é o combate à retenção de líquido no organismo e, consequentemente, ao inchaço no corpo, que é causado justamente pela condição.

2. Diabetes e Malária:

A medicina tradicional da China utiliza a vinca como parte do tratamento de doenças como diabetes e malária. A medicina popular das Filipinas também faz uma utilização antidiabética da planta medicinal.

3. Tratamento de Picadas:

A planta é utilizada na Ayurveda, portanto, um conhecimento médico desenvolvido na Índia, para tratar picadas de vespas.

4. Auxílio ao Tratamento de Abcessos:

Abcessos são acúmulos de pus, causados geralmente por uma infecção bacteriana. Além disso, em Botsuana, existe a prática de mergulhar as folhas da planta no leite para amolecer os abcessos.

trapoeraba origem

Como Usar a Trapoeraba:

Ao ser consumido em sua forma natural é uma planta tóxica, mas o chá da planta mantém todas as suas propriedades e os seus benefícios. De acordo com o gosto pessoal, pode-se adicionar açúcar ou mel em sua mistura.

Efeitos Colaterais da Trapoeraba:

Não há relatos de efeitos colaterais ou contraindicações no uso da Trapoeraba. Porém a substância leitosa que sai dessa erva é prejudicial aos animais. Algumas espécies podem ser tóxicas e causar certos tipos de alergia.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Picão Preto – Origem, Benefícios e como Usar

Barbatimão – Origem, Benefícios e como Usar