Erva de Santa Luzia – Origem, Benefícios e Como Usar!

Erva de Santa Luzia – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dr. Saúde

Erva de Santa Luzia – Origem, Benefícios e Como Usar as suas propriedades medicinas para tratar varias doenças. Alem disso, a erva de Santa Luzia é nativa da América Tropical, mas também encontrada na África e Ásia.

Erva de Santa Luzia

Ela também é conhecida por: andaca, andacá, andarca, erva-de-santa-luzia, maria-mole, marianinha-branca, rabo de cachorro.

Esta erva daninha é uma espécie invasora, que cresce em lavouras e terrenos baldios. Ela também é um hospedeiro de nematóides e fitopatógenos. Sua substância leitosa é prejudicial para os animais.

As plantas liberam uma substância leitosa ao serem feridas. Planta anual, capaz de se reproduzir através de sementes. Ocorre em locais com boa umidade e pouca vegetação.

A planta floresce o ano todo e se reproduz através de sementes. A erva de Santa Luiza é geralmente encontrada em terrenos úmidos e com pouca vegetação.

Na medicina popular a erva de santa Luzia é usada como diurética, anti-reumática e contra afecções oculares e infecções em geral.

Benefícios da Erva de Santa Maria:

A Commelina nudiflora é indicada no tratamento da angina, de hemorragias, hemorroidas, herpes, reumatismo, verrugas entre outras.

Já a Euphorbia hirta possui mais benefícios medicinais, ela pode ser usada no tratamento de asma, bronquite, enfisema, tosse nervosa, catarro, febre do feno e disenteria amébica.

Seu uso externo é indicado para queimaduras e também verrugas. Todas as partes dessa planta podem ser usadas, além do seu suco.

Para fazer o suco elas são cortadas quando estão florescendo e usadas frescas, para infusões, extratos líquidos e tinturas são usadas secas.

Esta é uma erva picante, amarga e também anti-séptica que expele flegma e alivia espasmos.

Efeitos Colaterais:

Não há relatos de efeitos colaterais ou contraindicações no uso da Commelina nudiflora e nem da Euphorbia hirta, porém a substância leitosa que sai dessa segunda erva é prejudicial aos animais. Algumas espécies podem ser tóxicas e causar certos tipos de alergia.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Deixe seu Comentário

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Rafael Cardoso

Com mais de 5 anos de experiência, Rafael Almeida é Graduado em Ciências da Nutrição pela Universidade Ceuma desde 2012. Atua em Atendimento Clínico-Nutricional, com foco no bem estar e qualidade de vida do paciente, através da reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, com planos alimentares personalizados, de acordo com o objetivo e avaliação clínica individual, comprometido com o sucesso do tratamento de seus pacientes.

beneficios da Teta de Vaca

Teta de Vaca – Origem, Benefícios e Como Usar!

Tuia – Origem, Benefícios e Como Usar!