Bonina – Origem, Benefícios e Como Usar!

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

Especialista do Dr. Saúde

Bonina Origem, Benefícios e Como Usar que todos devem saber. Além disso, mais conhecido como a maravilha do Peru ou flor de quatro horas, foi cultivada pelos astecas para fins ornamentais e medicinais. Nativa da América do Sul tropical nos Andes, a planta foi posteriormente introduzida na China e em outras áreas tropicais.

Bonina

Cresce a aproximadamente 50-100 cm de altura e tem uma raiz tuberosa vertical de 20 cm de comprimento. Além disso, tem muitos ramos e folhas pontiagudas com 5-10 cm de comprimento de cor verde intensa na página superior, verde-claro abaixo.

As flores florescem desde o início do verão até o final do outono. Eles geralmente abrem no final da tarde (daí o nome – quatro horas) e ficam abertos apenas até a manhã seguinte. Um aspecto interessante desta planta é que flores de diferentes cores podem ser encontradas ao mesmo tempo em uma planta.

Flores aromáticas vêm em uma ampla gama de cores, como magenta, rosa, branco, amarelo e muito mais. As flores vão liberar um odor perfumado à noite que irá afastar os mosquitos irritantes. Considerando tudo isso, não é surpresa que esta planta seja chamada de Marvel do Peru.

Pode ser cultivado a partir de sementes ou tubérculos e requer pleno sol. Além disso, tolera quase qualquer tipo de solo.

O que é Bonina?

Com o nome científico de Bellis perennis, a Bonina é uma espécie de margaridas comum da Europa. Muitas plantas relacionadas também compartilham o nome de “Margarida”. A planta é nativa do oeste, centro e norte da Europa. A espécie é amplamente naturalizada na América do Norte, e também na América do Sul.

É uma planta herbácea com pequenos rizomas e pequenas e folhas verdes que possuem de 2 a 5 cm de comprimento. Embora muitas pessoas pensem que a flor possui um centro amarelo com pétalas brancas, não é esse o caso. Cada “pétala” que forma o miolo é em si uma flor individual, no centro há muitas pequenas flores amarelas também.

As diferentes cores e estilos de flor trabalhar juntos a fim de atrair insetos. Este tipo de flor é conhecido como uma flor composta. Elas são produzidas em hastes sem folhas de 20 a 10 cm de altura.

Valores Nutricionais da Bonina:

Bonina

A análise química da Bonina mostra que ela é rica em muitos compostos ativos, incluindo flavonoides, triterpenos, Proteínas, esteroides e alcaloides. De particular interesse para os pesquisadores é um grupo de proteínas baseadas em aminoácidos, chamadas de proteínas antivirais mirabilis (MAPs).

Alguns componentes como estigmasterol, β-sitosterol, ácido ursólico, ácido oleanólico, brassicasterol, rotenóides (boeravinonas C e F, mirabijalona AD) foram isolados das partes aéreas e raízes, respectivamente. Agora veja Os Benefícios da Bonina Para Saúde:

1. Combate os Danos dos Radicais Livres:

Tem fitoconstituintes, como flavonóides e triterpenos, encontrados em partes aéreas da planta e em frutos maduros. Os flavonóides são uma subclasse de polifenóis, aqueles produtos químicos vegetais abundantes no coração e encontrados em todos os alimentos vegetais. Basicamente, os flavonóides são pigmentos de plantas importantes para gerar as cores necessárias para atrair insetos polinizadores.

Em estudos, vários flavonóides demonstraram ter capacidade potente de eliminação de radicais livres, atividade antioxidante, prevenção de doenças cardíacas coronárias e a capacidade de modular algumas vias enzimáticas essenciais. Os triterpenos são as substâncias ativas que dão o seu sabor amargo.

2. Tratamento Natural Para Sarna:

A raiz é considerada afrodisíaca, além de purgativa e diurética. Além disso, a raiz é usada no tratamento de hidropisia (acumulação de excesso de água). Além disso, na medicina tradicional, algumas partes da planta são usadas para a cicatrização de feridas.

Uma pasta da raiz é usada como um cataplasma para tratar a Sarna (uma condição da pele causada por uma infestação do ácaro humano chamado – Sarcoptes scabiei) e inchaços musculares. Além disso, um suco da raiz é consumido no tratamento de indigestão, Diarreia e Febre.

3. Remédio Caseiro Para Urticária:

As folhas são colocadas em furúnculos e para aliviar a Urticária. A Urticária afeta cerca de 20% dos americanos em algum momento da vida. A Urticária aguda pode estar associada a condições graves, como choque anafilático ou angioedema.

Cerca de 5 a 20% da população do Brasil contrai a gripe todos os anos. Estas flores podem ser usadas em banhos quentes para ajudar a combater gripes e resfriados.

4. Possui Propriedades Anti-inflamatórias:

As folhas também são usadas como medicina tradicional no Brasil para tratar condições dolorosas e inflamatórias. A inflamação é, na verdade, a resposta do corpo para a autoproteção. O objetivo principal é eliminar estímulos tóxicos, como – irritantes, células danificadas ou patógenos.

Bonina

No entanto, a inflamação crônica pode ser problemática, devido ao seu papel em algumas doenças crônicas, como a Artrite reumatoide, que é um dos principais problemas de saúde da população mundial.

5. Alivia Dores de Cabeça:

Se tiver dores de cabeça, inspire as flores secas em pó. Os distúrbios de cefaleia são um dos distúrbios mais frequentes do sistema nervoso. Quase 45 milhões de pessoas no Brasil estão reclamando sobre essa condição a cada ano, mais 91% delas não podem funcionar adequadamente durante um ataque de Enxaqueca.

6. Ajuda a Aliviar Cólica do Bebê:

Você pode fazer um chá de bonina para tratar infecções, cólicas e problemas oculares. A cólica não é realmente uma doença, mas uma combinação de comportamentos. Além disso, alguns bebês com cólica encontram alívio da dor quando a pressão é gentilmente colocada no abdômen. Mais importante, a infusão obtida da raiz e das folhas desta planta pode ser usada para combater parasitas internos.

7. Outros Usos da Bonina:

A planta tem um método promissor para a biorremediação de solos poluídos com metais pesados ​​como o cádmio. A poluição por metais pesados ​​é uma das principais preocupações no meio ambiente, devido à sua toxicidade para os seres humanos e animais. O cádmio nos solos é derivado de fontes antropogênicas e naturais.

Por último, um corante carmesim comestível é produzido a partir das flores e é usado na China para tingir geléias e bolos preparados a partir de algas marinhas.

Modo de Usar a Bonina:

Bonina

Para afecções da pele, coceiras e contusões, você deve colocar, em um pilão, duas colheres de sopa das folhas e flores de Bonina. Amasse bem até que as folhas até que virem uma pasta. Esta deverá ser espalhada sobre a gaze ou pano e aplicada nas regiões afetadas. Com outro pano, cubra a região e fixe, deixando agir por toda a noite.

Para vermes, lombrigas e oxiúros, a receita é diferente. Em um pilão, coloque 1 colher de sopa de açúcar e 1 colher de sobremesa da raiz fatiada. Amasse e em seguida adicione 1 xícara de água fervente. A mistura deve ficar abafada por aproximadamente 10 minutos. Em seguida, coe e consuma sempre 1 xícara de manhã, ainda em jejum.

Efeitos Colaterais da Bonina:

As folhas de bonina jovens podem ser cozidas e comidas como vegetais, no entanto, não são recomendadas porque podem causar toxicidade. Envenenamento de crianças pequenas foi observado após a ingestão.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Matos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Douradinha – Origem, Benefícios e Como Usar!

cha de erva silvina origem

Chá de Erva Silvina – Origem, benefícios e Como Usar!