Benefícios das Plantas

Labaça – Origem, Benefícios e Como Usar!

Labaça – Origem, Benefícios e Como Usar as suas propriedades medicinais de forma simples e natural. Alem disso, a labaça é uma espécie de planta com flor, uma invasora comum na região Sul do país, onde infesta pastagens, também conhecida como língua de vaca.

Labaça

Pertencem á família das Poligonáceas, também conhecida como azeda-graúda; consólida-brava; confrei-bravo.

Planta ruderal, de raiz axial, pivotante e pouco ramificada, mostrando uma coloração amarelada, de tins mais fort na periferia.

O caule, não ramificado, atinge até 1 metro de altura. As folhas da parte inferior são pecioladas, com limbo oval e as superiores são obtusas, com bordos dentados e sinuados.

As folhas possuem um órgão membranoso, que envolve o caule. As folhas reunidas em cachos, nascem nas extremidades dos ramos, e têm coloração esverdeada.

O fruto encerra uma única semente e é protegido por 3 sépalas internas do cálice.

Reproduz-se por sementes, em terreno argiloso e bem arejado, sendo invasora de pastagens, beira de estradas, pomares e terrenos baldios. A colheita de ser efetuada no início da floração.

Benefícios da Labaça Para Saúde:

Além de as raízes serem altamente indicadas para casos de anemia ferrosa, a planta pode ser usada no tratamento de acne, câncer, convalescença, constipação, desintoxicação por metais pesados, eczema, enfisema, doenças venéreas, urticária, sarna, psoríase, lombrigas, laringite, icterícia, glândulas inchadas, estafilococo, além de muitos outros benefícios.

Pode ser usada na medicina popular como uma forma de melhorar o funcionamento dos rins, do fígado, das glândulas linfáticas e do intestino. É usada para eliminar poluentes, desintoxicando o corpo.

Como Consumir a Labaça:

A planta traz mais benefícios quando usada associada à outras plantas do que sozinha.

Pode ser usada com a bardaria Arctium lappa para o tratamento de prisão de ventre, além de poder ser usada dessa forma para tratar toxicidade crônica e problemas de pele.

Pode ser usada associada à urtiga Urtica dioica para tratamento de problemas alérgicos e reumáticos.

As duas possuem grandes quantidades de ferro, sendo altamente indicadas para o tratamento de anemia, principalmente quando usadas associadas.

Chá de Labaça:

Depois de conhecer um pouco mais sobre a labaça, chegou a hora de aprender a preparar o chá da planta.

Lembrando que essa é uma das mais usadas formas de tratamento entre os pacientes. Para isso você vai precisar de 200 ml de água filtrada e uma colher de sopa de raiz fatiada.

Primeiro, coloque a água para ferver. Assim que ela atingir o ponto de ebulição, acrescente a raiz da labaça e deixe ferver por cerca de cinco minutos.

Desligue o fogo e deixe o recipiente tampado por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, retire a raiz e a bebida está pronta para ser ingerida.

A indicação é de que o consumo diário não ultrapasse as três xícaras, sempre antes das principais refeições.

Efeitos Colaterais da Labaça:

O uso deste medicamento natural é contraindicado para pacientes que sofrem com litíase biliar ou renal.

Além disso, mulheres grávidas não devem fazer uso da planta nos três primeiros meses da gestação.

Após este período de risco, todas atitudes da paciente devem ser notificadas ao médico, para que este avalie de há ou não coerência no tratamento.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.