Clorofila – Fontes, Benefícios e Deficiência

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dr. Saúde

Clorofila – Fontes, Benefícios e Deficiência que não devemos ignorar por muito tempo. Alem disso, o termo clorofila foi criado em 1818 pelos cientistas franceses Pelletier e Caventou. Os químicos notaram que, ao colocar folhas em álcool, uma substância verde era extraída das plantas. O nome vem do grego chloros (verde) e phyllon (folha).

A palavra se refere a um grupo de pigmentos fotossintéticos produzidos nos cloroplastos (estrutura responsável pelo processo de fotossíntese) e outros tecidos vegetais.

Esses pigmentos naturais são fotorreceptores, ou seja, responsáveis pela absorção da luz. Essa luz absorvida é utilizada em reações fotoquímicas, em que as plantas captam a luz solar e a convertem em energia.

A clorofila possui um íon de magnésio em seu centro e um grupo hidrocarbônico lateral, o fitol. O magnésio é um íon metálico e por essa razão a clorofila é denominada uma metalobiomolécula, assim como a hemoglobina.

A estrutura molecular da clorofila é muito semelhante à da hemoglobina, só que ela possui ferro em seu núcleo e a clorofila possui o magnésio. Por esse motivo, a clorofila muitas vezes é chamada de “sangue verde”.

Fontes de Clorofila:

Alimentos Ricos em Clorofila: Brócolis, couve, chicória, salsa, folhas de beterraba, folhas de nabo, coentros, folhas de rabanete, cenoura, abóbora, pepino, vegetais de folha verde como espinafre, alface, acelga, agrião, couve, rúcula, salsa e outros.

Benefícios da Clorofila:

  • Aumenta o número de anticorpos;
  • Auxilia no emagrecimento;
  • Promove saciedade;
  • Evita o envelhecimento das células;
  • Possui mais de 100 nutrientes para o bom funcionamento do corpo;
  • Possui vitaminas A, B,C e E;
  • Desintoxica o organismo;
  • Reduz a retenção líquida;
  • Aumenta a contagem sanguínea;
  • Fonte de ferro;
  • Ajuda na purificação do fígado;
  • Melhora as varizes;
  • Possui enzimas e aminoácidos que combatem a degeneração celular;
  • Combate a anemia;
  • Auxilia na formação óssea;
  • Fortalece a visão;
  • Reduz a fadiga;
  • Estimula a produção de glóbulos vermelhos;
  • Oxigena as células;
  • Equilibra o metabolismo;

Deficiência de Clorofila:

Como o suplemento é feito a partir de extrato de algumas plantas e algas como alfafa, grama de cevada, alga azul-esverdeada (espirulina) e grama de trigo, podem ter algum componente que cause irritação ou rejeição pelo organismo, seja pela sua concentração ou ingrediente que a fórmula contém.

Outro possível problema em seu uso é o fato das plantas que foram usadas na formulação, terem sido expostas a pesticidas ou outras toxinas ambientais, o que pode interromper a função hormonal, alterar o sistema nervoso ou mesmo causar câncer.

Se as plantas forem contaminadas com metais pesados como o mercúrio, isso pode causar danos ao sistema nervoso.

Porém o não uso de pesticidas nas plantas, podem fazer com que elas fiquem expostas a organismo que causam infecções.

Pelo fato da clorofila líquida ser ingerida via oral, pode causar algum colateral no sistema digestivo como câimbra estomacal, vômitos, náusea ou diarreia.

Geralmente algumas pessoas relatam que ficaram com a urina mais esverdeada com o uso da clorofila, bem como a língua que pode ficar um pouco mais escura.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

Vitamina k2 – Fontes, Benefícios e Deficiência

Carotenoides fontes

Carotenoides – Fontes, Benefícios e Deficiência