Benefícios das Plantas

Anabi – Origem, Benefícios e Como Usar!

Por Alan Costa, em

Anabi – Origem, Benefícios e Como Usar de maneira correta. Além disso, Anabi é uma pequena árvore, originária da região amazônica, possui muitas propriedades medicinais como a de ser antissifilítica e antioftálmica. Da família das Loganiáceas, também conhecido com pau-de-cobra e Mavévé (Guiana Francesa). Arbusto com folhas curto pecioladas, flores brancas, campanuladas, dispostas em cimeiras. A partes utilizadas da Anabi são as Folhas e raízes, ela é originário da Amazônia. A infusão dos ramos novos é antissifilítica e “o decoto das folhas, graças às suas propriedades adstringentes e muci-laginosas, é também útil contra as oftalmias ou conjuntivites e doenças das pálpebras”.

A decoção da folha também é utilizada como antítodo para o envenamento provocado pela mandioca-brava, propriedade identificada por W. E. Roth (1924). Utilizada nas Guianas, como antídoto para picadas de cobra e aranhas, entre as tribos Yahapé. Veja tudo sobre esta planta:

Origem do Anabi:

A planta conhecida como Anabi, do tupi ana’bi, de nome científico Potalia amara, é arbustiva e pertence à família das loganiáceas.

A planta Anabi possui folhas curtas e pecioladas, além de folhas brancas que são campanuladas e dispostas em cimeiras. Também conhecida como pau de cobra, a planta é popular por seu uso ao combate do veneno das cobras em caso de picadas.

Originária da região amazônica, a planta conta com benefícios medicinais, o que a torna uma planta usada como medicamento natural. As partes usadas para fins medicinais são as folhas, ramos e raízes, mas é preciso tomar cuidado, pois se trata de uma planta tóxica.

Propriedades e Benefícios:

A planta conta com propriedades medicinais, sendo um excelente medicamento usado no tratamento da sífilis, oftalmia, doença das pálpebras e conjuntivite. Seus benefícios são baseados nas propriedades medicinais, que são sua ação como adstringente e mucilaginosa.

Como Utilizar o Anabi:

Para tratamento da sífilis, deve ser feita a infusão ou a decoção dos ramos, sempre com supervisão médica. Para oftalmias, conjuntivites e doenças das pálpebras, use as folhas para fazer a decoção.

Precauções do Uso do Anabi:

O Anabi deve ser consumida nas doses indicadas, pois se trata de uma erva tóxica. Quando consumida em doses maiores do que o indicado, pode trazer sintomas de intoxicação, além de vômito e dores de cabeça.

Somente deve ser usada com supervisão e orientação médica. Todas as plantas podem apresentar efeitos colaterais, assim como interações medicamentosas. Somente o médico que acompanha seus tratamentos de saúde poderá dizer se é ou não seguro para você, como paciente, consumir.

Contraindicações do Anabi:

Pacientes gestantes e mulheres em período de lactação não devem fazer uso de quaisquer medicamentos, mesmo que naturais, sem consultar um médico. Diversas plantas atuam como abortivas.

Sair da versão mobile