Benefícios das Plantas

Cipó Mil Homens é bom para quê? para que serve, benefícios e malefícios

Por Alan Costa, em

O Cipó Mil Homens possui muitas propriedades que colaboram com a saúde co corpo humano. A curiosidade é inevitável quando se ouve falar pela primeira vez da planta Cipó Mil Homens. Não, ela não se assemelha a mil homens, mas suas propriedades medicinais a torna muito eficaz para tratar milhares de pessoas.

Por esse motivo Carlos Chagas, um renomado sanitarista, a utilizou para tratar milhares de operários ferroviários que estavam contaminados com a malária, batizando a planta então de Cipó Mil Homens.

Como trepadeira, o Cipó Mil Homens comumente enrosca-se em árvores para apoiar-se, e pode ser reconhecida por suas folhas herbáceas, com caule lenhoso e finos ramos. Dependendo da região pode ser popularmente conhecido como cassaú, buta, jarrinha, papo de peru, patinho, arostolóquia, entre muitos outros nomes.

A família contêm mais de 400 espécies, sendo usadas cerca de 50, medicinalmente desde a antiguidade, por diversos sistemas médicos tradicionais: oriental, árabe e greco-romano. Em todo o interior do Brasil é empregado o extrato fresco como antiofídico, porem não ha pesquisas que comprovem tal indicação.

Propriedades do Cipó Mil Homens:

As principais propriedades advindas do consumo do chá de Cipó Mil Homens são: antissépticas, diuréticas, sedativas, digestivas, estomacais, antifebrífugas e analgésicas.

Seus constituintes químicos são: óleo essencial, alcaloides, flavonoides glicossídeos e taninos, lembrando que o óleo pode ser de ácido aristoláquico ou de aristoloquina.Então, confira agora os Benefícios do Cipó Mil Homens Para Saúde:

Benefícios do Cipó Mil Homens Para Saúde:

O Cipó Mil Homens é indicado para:

  • Asma,
  • Febre,
  • Problemas gástricos,
  • Diarreia,
  • Gota,
  • Hidropisia,
  • Convulsões,
  • Epilepsia,
  • Pruridos,
  • Flatulências,
  • Cólicas,
  • Problemas nos rins, fígado e coração,
  • Picada de cobra,
  • Vermes,
  • Vírus resistentes,
  • Sífilis,
  • Depressão,
  • Nevralgia,
  • Má digestão.

O Cipó Mil Homens Ajuda no Emagrecimento?

O consumo da planta Cipó Mil Homens auxilia também no processo de emagrecimento, uma vez que suas propriedades diuréticas auxiliam na eliminação dos líquidos, evitando a retenção e inchaço. A planta triturada e seca pode ser encontrada em farmácias de manipulação ou lojas de produtos naturais.

A planta Cipó Mil Homens, entretanto, também possui contraindicações, o que faz com que seu consumo seja feito com bastante cautela. Por ser abortiva, não deve ser usada por mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez, ou ainda em período menstrual, pois tende a aumentar o fluxo.

Também é altamente tóxica, portanto, seu uso não deve ser prolongado e também não deve ser feito sem acompanhamento médico. Obesos não devem fazer uso da planta já que ela aumenta o apetite. Convalescentes de problemas no fígado ou hipertensão também devem evitar o consumo.

Como Usar o Cipó Mil Homens:

Há duas maneiras de usar a erva em tratamentos. Uma delas é por meio de chá, com infusões compostas com duas colheres (sopa) da planta em um litro de água fervente. Tape a mistura e mantenha em infusão por 15 minutos. Beba no máximo três xícaras do chá de Cipó Mil Homens por dia, preferencialmente 30 minutos antes das refeições.

Outra maneira do uso do Cipó Mil Homens é o chá com argila. Diz a crença popular que esta fórmula pode ser aplicada como tratamento alternativo e complementar a contra tumores, cistos, miomas e até câncer.

Há quem garanta que, aplicando corretamente, 3 horas por dia ou durante toda a noite, de 15 a 25 dias o problema será eliminado. Para elaborar, basta misturar o chá da infusão com algumas colheres de argila até que se forme uma pasta, que deve ser aplicada, externamente, no lugar da enfermidade, com uma espessura média de 0,5 a 1 centímetro.

Posologia do Cipó Mil Homens:

  • Adultos: 10 a 20 ml de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias, diluídos em água; 2g de erva seca (1 colher de sopa para cada xícara de água) de cascas e raízes em decocção até 3 vezes ao dia;
  • Banhos (doenças da pele): 50 g de raízes para cada 1000 ml de água; Dermatoses: extrato seco das cascas sobre a área afetada ou compressas do decocto das raízes.

Farmacologia do Cipó Mil Homens:

Os princípios amargos aumentam as secreções digestivas, facilitando a digestão; Os extratos possuem atividade hipotensora, fluidificante das secreções respiratórias, antiinflamatória e sedativa. Tem efeito opsonizador, eliminando agentes patogênicos.

Toxicologia Cipó Mil Homens:

O ácido aristoioquico possui atividade mutagênica e carcinogênica em estudos in vitro. Ha comprovações em estudos, de efeito teratogênico em ratos. Essas reações ocorrem apenas no uso destas substâncias isoladamente e em doses imensamente elevadas as doses encontradas nos extratos do Cipó Mil Homens; Mesmo assim, recomenda-se que esta planta não seja usada por mais de 30 dias sem intervalo. Alguns autores recomendam a interrupção por períodos iguais ao uso.

Onde Encontras o Cipó Mil Homens:

Ele é encontrado em pastagens, beira de estradas, em feiras livres, mercados municipais e em garrafadas prontas para o consumo; além de ser comercializado em sites que vendem diversas plantas medicinais.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Malefícios do Cipó Mil Homens:

O consumo do chá é contraindicado para pacientes gestantes, pois a planta possui efeito abortivo. Além disso, é contraindicada também para obesos, uma vez que abre o apetite, e pessoas com problemas no fígado ou que tenham pressão alta. Em mulheres, o consumo traz um efeito colateral: aumenta o fluxo de sangue durante a menstruação.

A planta Cipó Mil Homens é muito tóxica – era usada para envenenar pontas de flechas – e por isso somente deve ser consumida com supervisão e indicação médica, não ultrapassando o período de 30 dias.

Nunca consuma um medicamento de origem natural ou industrial sem conhecimento do seu médico, pois cada substância possui reações e interações medicamentosas com outras, devendo ser vigiadas de perto e recomendadas por um profissional especialista.

Sair da versão mobile