Nutrientes

Arginina: o que é, para que serve e onde encontrar

Por Alan Costa, em

Arginina se trata de um aminoácido básico para o corpo sendo também popular como l-Arginina ou ácido 2-amino-5.

Por ser considerada importante para o organismo, o processo de sintetização consegue atender as necessidades mínimas.

No entanto, ainda é necessário ter alimentação balanceada com proteínas.

A justificativa para isso se deve a ação de degradação desses nutrientes transformando-os no aminoácido.

Somente nessa estrutura esse componente pode ser absorvido pelo corpo e aproveitado nas atividades vitais conforme destacado a pouco.

Por outro lado, é preciso destacar que mesmo sendo possível manter o mínimo de no corpo algumas pessoas apresentam certas alterações.

Como consequência disso surge a necessidade de complementar a alimentação para atingir os níveis considerados ideias.

Alimentos ricos em Arginina:

  • chocolate;
  • ovos;
  • peixes;
  • frango;
  • soja;
  • queijo;
  • iogurte;
  • castanha de caju;
  • nozes;
  • salmão;
  • atum;
  • lagosta;
  • abacate;
  • uva;
  • kiwi.

Além destes alimentos, esse aminoácido ainda podem ser encontrada em outros tipos de alimentos.

Agora, confira em detalhes os Benefícios da Arginina Para Saúde:

Benefícios da Arginina

Controla a Pressão Arterial:

Uma elevação da pressão arterial pode trazer cãibras nas pernas e fadiga.

Entretanto, a Arginina pode desempenhar um papel significativo na regulação da pressão arterial, facilitando assim o controle da pressão arterial elevada.

Aumento do lipídio:

Um dos mais populares benefícios desse aminoácido é aumentar a libido em mulheres e homens.

Os suplementos deste aminoácido, quando tomadas por homens que sofrem de baixa contagem de espermatozoides ou mobilidade pobre do esperma, é ótimo para a fertilidade.

Melhora a Cicatrização de Feridas:

Este aminoácido é referida para encurtar o tempo de cicatrização de machucados.

A proteína é essencial para o processo de cicatrização de feridas e esse aminoácido ainda auxilia na produção deste composto acelerando assim o processo de cicatrização.

Excesso de Arginina

O aminoácido em excesso, ou sem indicações de um especialista capacitado pode trazer diversos riscos a saúde de uma pessoa.

Ela pode provocar a disfunção erétil (impotência sexual).

Além disso, o mau uso da Arginina na musculação pode causar ainda baixa pressão arterial, problemas sanguíneos.

Sair da versão mobile