Benefícios das Plantas

Acariçoba – Origem, Benefícios e Como Usar!

Por Alan Costa, em

Acariçoba – Origem, Benefícios e Como Usar de maneira correta. Além disso, a Acariçoba (Hydrocotyle bonariensis Lam.) é uma planta rasteira da família das Umbelíferas, também conhecida popularmente como erva-capitão, orelha-de-burro, para-sol e barbarosa. A planta possui folhas grandes e crespas, as suas flores são brancas ou amarelo-pálidas, pequenas e numerosas; os frutos são pequenos, com duas sementes no interior, em forma de cápsula chata. Normalmente, a planta cresce ao longo de todo o litoral, próximo de regiões alagadas, praias, dunas, terrenos sombrios e várzeas úmidas. É a espécie pioneira de restinga litorânea. Veja tudo sobre esta planta:

Origem da Acariçoba:

A Acariçoba também chamada de erva-capitão, esta planta da família das Umbelífera é rasteira e tem folhas crespas e grandes, flores esbranquiçadas, frutos pequenos e com duas sementes no interior, e todas as suas partes podem ser usadas medicinalmente. Normalmente cresce próximo das águas e é uma espécie de climas tropicais e subtropicais, podendo ser encontrada em solos arenosos, fuliginosos e ácidos.

É comum no Rio de Janeiro, e cresce espontaneamente em lugares úmidos e sombrios. No Jardim Botânico da cidade, pode ser facilmente encontrada e floresce no mês de setembro. Na Índia, recebe o nome de Brahmi, o mesmo nome do deus criador.

Propriedades da Acariçoba:

A Acariçoba tem ação calmante, desobstruente, diurética, emética e age como um tônico cerebral. O suco da Acariçoba combate sardas e outras manchas de pele. Para uso externo e interno, usa-se o decoto da planta inteira em casos de afecções do baço, fígado, intestino, hidropisia, diarreia, reumatismo e sífilis. É também muito famosa por melhorar o funcionamento do cérebro, a memória e a comunicação entre os neurônios no córtex.

Benefícios da Acariçoba:

A Acariçoba é um vasodilatador periférico e é indicado para perda de memória e dificuldade de guardar informações. Além disso, possui ação de diurético leve. No uso externo, usa-se a planta inteira cozida para curar sarnas e outras manchas da pele; no uso interno, usa-se apenas o cozimento de sua raiz, para casos de afecções do baço, fígado e intestino, diarreia, hidropisia, reumatismo e sífilis.

A planta é também utilizada para o tratamento de erisipelas, escrófulas, sífilis, morfeia e afecções tuberculosas, além de ser indicada como auxiliar nos casos de distonia do sistema nervoso, estresses, estafas, irritabilidade e insônia.

Como Utilizar a Acariçoba:

A Acariçoba pode ser utilizada nas formas de cápsula (pó da planta) e tintura (líquido). Para remover sardas, prepare o chá utilizando 50 gramas da planta para 1 litro de água. Após o preparo, friccione no local afetado.

Uso Interno:

  • Pó: 250 gramas, em água ou leite, duas a três vezes ao dia.
  • Suco fresco: cinco folhas batidas no liquidificador com um copo de água ou leite, à noite ao deitar.

Uso externo:

  • Decoção: 150 g do pó para quatro litros de água. Fazer banhos. É útil como cicatrizante.
  • Óleo Medicado: Aplicação local duas a três vezes ao dia.

Contraindicações da Acariçoba:

A Acariçoba não deve ser usadas por gestantes. As folhas, em altas doses, são tóxicas para qualquer indivíduo. Neste caso, podem causar sintomas de envenenamento como atordoamento, fraqueza e vacilações das pernas e braços, enfraquecimento, nefralgia e sono.

É um veneno narcótico, acre, próximo da cicuta, por isso a dose deve ser mínima. Se consumida frequentemente, pode ainda causar enxaquecas. A erva é proibida em alguns países devido ao seu perigo de envenenamento.

Sair da versão mobile